Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 29out

    <[email protected]>

     

    Vice governadora Cida Borghetti, participa da sessão especial do encerramento do Outubro Rosa na ALP-Assembleia Legislativa do Paraná. - Curitiba/Pr, 28.08.2015 - Foto Jonas Oliveira/AENPr

    Vice governadora Cida Borghetti, participa da sessão especial do encerramento do Outubro Rosa na ALP-Assembleia Legislativa do Paraná. – Curitiba/Pr, 28.08.2015 – Foto Jonas Oliveira/AENPr

    As ações de conscientização da mulher sobre a importância dos cuidados com a saúde, os investimentos feitos pelo governo para ampliar o acesso à prevenção e as ações conjuntas entre o Executivo e o Legislativo foram destacados pela vice-governadora, Cida Borghetti, na solenidade de encerramento da campanha Outubro Rosa na Assembleia Legislativa do Paraná.

    Conduzida pelo presidente da Casa, deputado Ademar Traiano, a sessão solene foi na noite de quarta-feira (28) e homenageou médicos e mulheres engajadas na luta contra o câncer de mama.

    Cida mencionou os investimentos do Governo do Estado no Hospital do Trabalhador, em Curitiba. Já está em licitação a construção de uma ala exclusiva para atendimento às mulheres.

    O hospital também recebeu tomógrafo e um mamógrafo, que começam a funcionar em novembro.

    “Sancionamos a lei que institui o programa de Mamografia Móvel no Paraná. São ações fundamentais para o bom andamento na área da saúde da mulher”, afirmou a vice-governadora.

    Com investimentos de R$ 15 milhões, a construção do anexo da mulher será a maior obra da história do Hospital do Trabalhador, desde sua inauguração, em 1947.

    A nova ala abrigará a maternidade, serviços de ginecologia e obstetrícia, terapia intensiva pediátrica e neonatal, terapia intensiva adulta feminina, enfermarias, leitos de internação e uma série de outros setores.

    O novo espaço permitirá que o hospital amplie sua capacidade de 222 para 302 leitos. As obras começam ainda neste ano.

    Em média, o Hospital do Trabalhador realiza 175 partos, 80 cesáreas e mais de 1,6 mil atendimentos obstétricos ao mês.

    Cida Borghetti também lembrou, que por meio de emenda parlamentar, foram implantados os centros de diagnósticos de Londrina, Maringá e Cascavel. Unidades com equipamentos de alta tecnologia, que oferecem diagnósticos rápidos e precisos.

    “Estamos buscando o que há de melhor e mais moderno para o tratamento das mulheres paranaenses”, reiterou.

    CONSCIENTIZAÇÃO – Durante todo o mês de outubro, a Assembleia desenvolveu várias atividades destinadas à conscientização sobre os cuidados com a saúde da mulher, em particular com a prevenção ao câncer de mama, responsável por cerca de 520 mil mortes anualmente no mundo.

    “Quem enfrenta este tipo de problema precisa do apoio e compreensão de todos”, disse o deputado Ademar Traiano. O prédio da Assembleia também recebeu iluminação especial, na cor rosa, em referência a campanha.

    HOMENAGEM – A sessão solene foi proposta pela deputada Mara Lima, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e também autora da lei nº 16.935/2011, que oficializou o Outubro Rosa no Paraná.

    Os médicos e as pessoas engajadas na luta contra o câncer de mama receberam diplomas e “Anjos do Bem”, bonecas confeccionadas pela artista plástica Mariah Rodak em sua oficina de artesanato e que são doadas a pacientes de câncer em tratamento.

    PRESENÇAS – Estiveram presentes no evento as deputadas Claudia Pereira, Cristina Silvestri e Maria Victoria, os deputados professor Lemos e Felipe Francischini, a ex-vice-governadora Emília Belinati, o procurador de Justiça do Ministério Público do Paraná, Olympio de Sá Sotto Maior Neto, a presidente do Instituto Humsol, Tânia Mary Gomez, o coordenador da Divisão do Câncer da Secretaria Estadual de Saúde, Vinícius Budel.



    Publicado por jagostinho @ 12:22



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.