Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 28out

    <[email protected]>

     

    Fundo Partidário: “Emenda apresentada visa manter o mesmo valor de 2015”, diz relator

     

    RICARDO BEntre as demandas em discussão na Comissão Mista do Orçamento, está o valor do Fundo Partidário. A inclusão foi solicitada pelos presidentes de partidos e apresentada pelo deputado federal e relator-geral do Orçamento, Ricardo Barros (PP-PR).

    “Para 2015, o Fundo Partidário tem R$ 867 milhões. A emenda aprovada pela CCJ visa manter este mesmo valor para 2016”, explica o relator. “É uma emenda proposta. Ela pode ou não ser atendida”, complementa.

    O parlamentar enfatizou que toda discussão em torno do Fundo Partidário será analisada com total transparência.

    “A colocação da emenda é uma forma mais adequada e transparente de se trabalhar. No ano passado, os recursos foram ampliados por emenda do Relator. E, neste ano eu propus que ela tramitasse junto com as demais propostas, promovendo um debate desde o início”.

    ” Vamos ouvir todas as opiniões possíveis sobre isso. Este aumento será decidido conforme a existência de recursos e as prioridades que os parlamentares darão para cada uma das demandas”, afirma o relator.

    Ricardo Barros disse ainda que hoje são analisadas mais de 500 propostas diferentes e que, as prioridades que serão definidas avaliando as prioridades.

    “Temos propostas para tudo. Uma delas é o fundo partidário. Ele vai disputar recursos com todas as demais propostas que estão lá feitas. Isso é uma decisão do colegiado. Não há nenhuma prioridade a ela”, enfatizou.

    BOLSA FAMÍLIA – Questionado sobre se o aumento não viria na contramão na redução do Bolsa Família, o deputado explicou que a “redução do Bolsa Família tem haver com a gestão do programa. A mau aplicação do dinheiro público”.

    Barros lembrou que o aumento no fundo partidário estará em debate no relatório setorial, no relatório geral e no plenário do Congresso. “Vai passar por três votações”.

    Publicado por jagostinho @ 16:47



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.