Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 19out

    FOLHA.COM

     

    ‘Opinião do presidente do PT não é a do governo, Levy fica’, diz Dilma

     

     

    Pedro Ladeira/Folhapress
    O ministro Joaquim Levy (Fazenda) participa, ao lado da presidente Dilma, de evento no Palácio do Planalto
    Joaquim Levy (Fazenda) participa, ao lado da presidente Dilma, de evento no Palácio do Planalto

     

    A presidente Dilma Rousseff afirmou neste domingo (18) que o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, fica no cargo e disse discordar do discurso do presidente do PT, Rui Falcão, sobre uma possível saída dele do governo.

    “Eu acho que o presidente do PT pode ter a opinião que quiser, mas não é a opinião do governo. A gente respeita a opinião do presidente do PT, mas isso não significa que seja a opinião do governo”, afirmou a presidente, em entrevista coletiva em Estocolmo, na Suécia.

    Questionada então pela Folha sobre as chances de Levy deixar o governo, Dilma respondeu: “Se eu lhe disse que não é opinião do governo [a de Rui Falcão], o ministro Levy fica”.

    E a presidente continuou: “Se ele fica, é porque concordamos com a política econômica dele.”

    Incomodada com a insistência dos repórteres sobre o futuro de Levy, Dilma avisou que não comentará mais o tema.

    “Não toco mais nesse assunto, qualquer coisa além disso está ficando especulativo, vocês não farão especulação a respeito do ministro da Fazenda comigo. É essa minha fala final. E a partir de agora não vou responder a respeito do ministro Levy, vocês me desculpem”, afirmou a presidente.

    “Vocês podem especular à vontade, quando eu digo que não, não adianta, é não”, ressaltou.

    Em entrevista à Folha, publicada neste domingo, o presidente do PTdefendeu mudanças na política econômica e afirmou ainda que, nesse cenário, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, deveria sair do governo se não concordar.

      Luiz Carlos Murauskas/Folhapress  
    O presidente do PT, Rui Falcão (à esq.), com Luiz Inácio Lula da Silva em reunião da Executiva do partido
    O presidente do PT, Rui Falcão (à esq.), com Lula em reunião da Executiva do partido

     

    Dilma negou ainda que tenha discutido com Levy sua demissão em reunião na sexta-feira (16) antes de embarcar para a Suécia.

    “Vou falar uma coisa para vocês: há um nível de invenção de conversas que não é verdade. É absurdo dizer que nós tratamos disso na reunião. O que nós conversamos foi fundamentalmente sobre quais são os próximos passos e qual é a nossa estratégia no sentido de garantir que se aprovem as principais medidas que vão levar ao equilíbrio fiscal”.

    “Nem tocou nesse assunto [saída], não tinha nenhuma insatisfação dele, até porque essa entrevista [Rui Falcão] não tinha ocorrido, não sei como saem essas informações, e que são danosas, porque de repente aparece uma informação que não é verdadeira”, afirmou.

    Dilma negou ainda que o ex-presidente Lula tenha feito a ela qualquer pedido para trocar o ministro da Fazenda.

    “Ele nunca me pediu nada. O presidente Lula quando quer alguma coisa não tem o menor constrangimento em falar comigo”, disse.

    Publicado por jagostinho @ 09:12



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.