Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 08out

    PARANÁ PORTAL

     

    Um vídeo feito por um morador do bairro Boqueirão em Curitiba, divulgado pelo vereador Chico do Uberaba (PMN) nesta segunda-feira (05), durante a sessão da Câmara Municipal, mostra operários da obra no Cemitério do Boqueirão desmontando caixões no meio da rua.

    O trabalho expõe os caixões ainda com restos mortais em uma ciclovia na margem do cemitério.

     De acordo com o vereador, o vídeo foi gravado em julho deste ano.

    Com base na denúncia, Chico do Uberaba solicitou informações à Prefeitura de Curitiba e a Secretaria de Meio Ambiente, para cobrar um posicionamento e uma solução para o caso.

    Nessas obras, foram investidos R$ 266,6 mil em recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente para promover uma revitalização do Cemitério Boqueirão.

    A reforma contou com pintura nas fachadas, criação de novos portais de acesso para visitantes e rotas internas em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), a fim de facilitar a movimentação de idosos e pessoas com deficiência durante as visitas ao local.

    Esta é a segunda obra de melhoria das instalações no cemitério do Boqueirão realizada desde 2013.

    Na primeira fase foram investidos R$ 143,1 mil em benfeitorias nas capelas locais, que estavam fechadas havia mais de dois anos, e na cobertura das gavetas mortuárias.

    A assessoria da Secretaria do Meio Ambiente foi procurada enviou nota sobre a conduta dos operários e as declarações do vereador.

    Nota da SMMA:

    “A Secretaria Municipal do Meio Ambiente esclarece que o procedimento de exumação de restos mortais de jazigos nos cemitérios de Curitiba é realizado de acordo com as normas, dentro dos próprios cemitérios e com uso de equipamento de segurança pelos funcionários encarregados do serviço.

    O procedimento faz parte dos processos de reversão para o Município de lotes abandonados em cemitérios – que ocorre nos casos em que os permissionados não atendem à ampla divulgação realizada pela secretaria para que realizem a manutenção necessária nos jazigos.

    No caso retratado em vídeo apresentado nesta segunda-feira por um vereador, o procedimento foi realizado dentro do cemitério do Boqueirão e apenas os resíduos das urnas funerárias foram retirados por um portão de serviço, para coleta pela caçamba que levou o material para a destinação adequada. No dia da filmagem, um problema de logística impediu a chegada da caçamba no horário programado, ocasionando o inconveniente da permanência do material do lado de fora do cemitério por mais tempo que o usual.

    Em relação aos e-mails mencionados pelo vereador, já na semana passada a Secretaria do Meio Ambiente encaminhou o caso à Procuradoria Geral do Município para avaliação da pertinência de abertura de uma sindicância.”

    Publicado por jagostinho @ 12:28



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.