Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 05out

    DO BLOG DE FÁBIO CAMPANA

    requiao
    O secretário-geral do PMDB de Curitiba, Doático Santos, assina artigo em seu blog em que expõe sua opinião sobre as “péssimas intenções de Requião e família no PMDB”. É o que segue:
    “Em 2008, Requião levou o partido à derrota na eleição de Curitiba, ainda no primeiro turno, impondo a candidatura de Carlos Moreira Jr.

    Em 2010, levou o partido à derrota para o governo do estado, ainda no primeiro turno, impondo a candidatura de Osmar Dias que teve como vice, Rodrigo Rocha Loures.

    Em 2012, levou o partido à derrota na eleição de Curitiba, ainda no primeiro turno, impondo a candidatura de Rafael Greca.

    Usurpou naquela oportunidade, o tempo no horário eleitoral dos candidatos a vereador, proclamando que daquela maneira, iria eleger uma grande bancada para a Câmara de Municipal.

    Tínhamos à época dois vereadores na capital. Elegemos no referido pleito, apenas, um.

    Em 2014, levou o partido à derrota para o governo do estado, impondo a candidatura dele próprio, Roberto Requião.

    Não por falta de alerta ou aviso, todos eram sabedores da fragilidade eleitoral que o mesmo apresentava.

    Agora, constrange inclusive aliados, ao impor sua candidatura à presidência do diretório estadual do PMDB.

    Apresentando características claras de senilidade hostil, quer utilizar o partido para continuar cuspindo ódio contra todos os que não aceitam o bestiário que despeja a torto e a direito.

    Não bastasse tudo isso, Requião através de uma comissão de ética irregular e ilegítima, assaca contra o ex-governador Orlando Pessuti utilizando-se de uma ‘aprovação anti estatutária’ de expulsão do PMDB.

    É a demonstração clara de que a pretensão de Requião continua sendo, impor à legenda uma convivência pautada na retaliação e autofagia.

    Não dá mais. A base popular peemedebista se posiciona com determinação: Pessuti, fica!

    Vamos, à convenção de 31 de outubro, interditar a senilidade hostil e eleger uma direção do PMDB para todos, instaurando nas relações partidárias a solidariedade como instrumento de reconstrução e boa gestão.”

    Publicado por jagostinho @ 15:42



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.