Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03out

    DIÁRIO DO PODER

     

     

    PURO FACTÓIDE: DILMA CORTA MENOS DO QUE HAVIA PROMETIDO
    CRISE: DILMA FAZ CORTES PÍFIOS E FAZ DECLARAÇÃO DE INTENÇÕES

    DILMA HAVIA PROMETIDO CORTAR 10 MINISTÉRIOS, MAS NÃO CUMPRIU. FOTO: DIDA SAMPAIO/AE

     

    A presidente Dilma Rousseff anunciou na manhã desta sexta-feira (2) a “reforma da crise”, que cortou 20% dos ministérios (apenas oito dos 39), mas não os extingiu: o governo apenas aglomerou alguns ministérios e retirou o status de ministério de algumas secretarias.

    A participação do PMDB na Esplanada, conhecido como o partido aliado mais “guloso” do governo, cresceu. Mas o partido que mais ocupa pastas ainda é o PT, que ficou com nove cargos.

    Dilma anunciou ainda o corte de 10% dos salários dos 31 ministros e disse que revisar ainda serviços terceirizados como vigilância, segurança e Tecnologia da Informação. Os imóveis da União que não são utilizados para políticas públicas também serão revisados.

    Além disso, a presidente anunciou o corte de apenas 3 mil dos quase 100 mil cargos em comissão, mas não explicou nem quando, nem como o governo fará isso. Também foi anunciado o corte de 30 secretarias dentro dos 31 ministérios; não foi explicada a metodologia.

    NOVA COMPOSIÇÃO DA ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS:

    Casa Civil: Jaques Wagner (PT)

    Comunicação Social: Edinho Silva (PT)

    Cultura: Juca Ferreira (PT)

    Desenvolvimento Agrário: Patrus Ananias (PT)

    Desenvolvimento Social: Tereza Campello (PT)

    Educação: Aloizio Mercadante (PT)

    Justiça: José Eduardo Cardozo (PT)

    Secretaria de Governo: Ricardo Berzoini (PT)

    Trabalho e Previdência: Miguel Rossetto (PT)

    Agricultura e Pesca: Kátia Abreu(PMDB)

    Aviação Civil: Eliseu Padilha (PMDB)

    Ciência, Tecnologia e Inovação: Celso Pansera (PMDB)

    Minas e Energia: Eduardo Braga (PMDB)

    Portos: Helder Barbalho (PMDB)

    Saúde: Marcelo Castro (PMDB)

    Turismo: Henrique Eduardo Alves (PMDB)

    Desenvolvimento, Indústria e Comércio: Armando Monteiro (PTB)

    Cidades: Gilberto Kassab (PSD)

    Comunicações: André Figueiredo (PDT)

    Defesa: Aldo Rebelo (PCdoB)

    Esportes: George Hilton (PRB)

    Integração Nacional: Gilberto Occhi (PP)

    Transportes: Antônio Carlos Rodrigues (PR)

    Advocacia Geral da União: Luís Inácio Adams

    Banco Central: Alexandre Tombini

    Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos: Nilma Lino Gomes

    Controladoria Geral da União: Valdir Simão

    Fazenda: Joaquim Levy

    Meio Ambiente: Izabella Teixeira

    Planejamento: Nelson Barbosa

    Relações Exteriores: Mauro Vieira

    Publicado por jagostinho @ 11:52



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.