Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 29jun

    GAZETA DO POVO –  Rafael Waltrick

     

    Bateria portátil criada por empresa paranaense carrega de celular a caminhão

    Dispositivo, do tamanho de um HD externo, foi desenvolvido pela Magnetron, fabricante de sistemas de ignição e peças para motos localizada em São José dos Pinhais

     

    Jairo Leal de Souza Filho, gerente comercial, e Amarildo Pereira, gerente de engenharia da Magnetron: novo produto foca em motociclistas, mas tem potencial para atingir outros públicos - Foto: - Brunno Covello/Gazeta do Povo

    Jairo Leal de Souza Filho, gerente comercial, e Amarildo Pereira, gerente de engenharia da Magnetron: novo produto foca em motociclistas, mas tem potencial para atingir outros públicos – Foto: – Brunno Covello/Gazeta do Povo

    Branco, com saídas para cabos e do tamanho da palma da mão, o novo dispositivo desenvolvido pelaMagnetron, fabricante paranaense de sistemas de ignição e peças para motos, pode passar facilmente por um HD externo ou uma bateria portátil para celulares.

    A estrutura compacta e o visual simples, porém, enganam: o aparelho, além de recarregar notebooks e eletrônicos, dá partida em motos, carros, lanchas e até veículos pesados, como caminhões e ônibus.

    Chamado de “carregador portátil multifunção”, o produto chegou ao mercado há três meses, após dois anos de desenvolvimento na sede da empresa, em São José dos Pinhais.

    O aparelho tem até 400 amperes (A) de pico e vem com duas pinças para serem conectadas à bateria do veículo, eliminando assim a necessidade da popular “chupeta” para ligar o carro.

    Em seguida, o dispositivo pode ser recarregado em uma tomada comum ou no próprio automóvel.

    “Nós focamos muito na questão da partida, o que é um diferencial, tanto para carros e motos até caminhonetes, caminhões e ônibus. Não recomendamos para esses veículos mais pesados, mas acabou que o carregador está sendo usado também para eles”, afirma o gerente de engenharia da Magnetron, Amarildo Pereira.

    Bateria extra

    Assim, a possibilidade do carregador ser usado também para outros aparelhos acabou servindo como um bônus – e eventual chamariz para os donos de motocicletas, o público-alvo da empresa paranaense.

    É possível recarregar aparelhos eletrônicos com 5V, 12V e 19V, o que inclui celulares, notebooks, tablets, câmeras digitais e outros dispositivos.

    Divulgação/Magnetron

    Primeiros testes do aparelho começaram há dois anos

    Segundo a empresa, o aparelho consegue dar partida no veículo (com carga completa) cerca de 20 vezes.

    Já para um notebook, por exemplo, o carregador consegue fornecer energia por entre duas e três horas.

    Distribuição

    O produto está à venda na rede de representantes da Magnetron, em varejistas e lojas especializadas – a empresa não comercializa suas peças diretamente para o consumidor final.

    Não há um valor tabelado de venda e, assim, o preço pode mudar conforme a loja e a cidade: em geral, o carregador sai entre R$ 450 e R$ 550, segundo Souza Filho.

    O número de aparelhos vendidos até o momento não é divulgado.

    Apesar do visual compacto e da cara de produto doméstico, o carregador não sinaliza uma mudança na estratégia ou portfólio da Magnetron, que segue apostando no mercado de peças e sistemas de ignição para motos.

    “Nosso foco continua sendo nas motocicletas. Já temos produtos que fazem parte desse segmento, como itens de segurança, buzinas, equipamentos elétricos. O carregador não vai na moto, claro, mas permite que a moto não pare por falta de carga na bateria. Pensamos na facilidade que esse piloto vai ter para dar esse carga ou para usar um celular que está sem bateria”, diz o gerente comercial da empresa.



    Publicado por jagostinho @ 18:56



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.