Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 14maio

    GAZETA DO POVO

    Força-tarefa federal interdita frigorífico da JBS Foods no Paraná

     

    Maior operação do gênero no país encontra 45 irregularidades em unidade da Big Frango/JBS Foods em Rolândia. Unidade tem 3,5 mil funcionários

     

     

    Órgãos federais fizeram pesquisa com os funcionários e constataram mais riscos no trabalho. Foto:  Assessoria MTP

    Órgãos federais fizeram pesquisa com os funcionários e constataram mais riscos no trabalho. Foto:
    Assessoria MTP

    Equipes de auditores do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) lacraram no início da noite desta quarta-feira (13) o frigorífico da Big Frango/JBS Foods em Rolândia, no Norte do Paraná, depois que a fiscalização constatou que 45 máquinas ofereciam risco aos trabalhadores.

    A empresa só poderá reabrir depois de se adequar. A informação é da RPCTV. A fiscalização fez parte de uma força-tarefa formada por equipes do Ministério Público do Trabalho (MPT), do Ministério do Trabalho, do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), da Receita Federal e da Advocacia Geral da União (AGU). Os trabalhos começaram na terça-feira (12).

    Segundo a assessoria de imprensa do MPT, esta foi a maior força-tarefa já realizada no Brasil e foi deflagrada após denúncias sobre várias irregularidades no frigorífico em Rolândia.

    Cruzando informações com bancos de dados das outras agências de fiscalização, o MPT definiu a ação conjunta para analisar todas as denúncias.

    Segundo a assessoria, o grande número de acidentes de trabalho registrados na Big Frango levou a AGU a se unir à força-tarefa. Se for constatado que os acidentes ocorreram por culpa da empresa, uma ação ressarcitória será desencadeada.

    De acordo com a assessoria de imprensa do MPT, os diversos órgãos colheram documentação que será analisada e poderá gerar processos contra a empresa.

    Uma pesquisa realizada com funcionários da Big Frango/JBS Foods, durante a fiscalização, apontou uma série de dados que vão embasar as autuações.

    Entre eles está o fato de que 49,6% dos funcionários passam frio dentro das dependências; mais de 75% saem de cansado a exausto após um dia de trabalho; 53% dos trabalhadores tiveram de tomar algum medicamento para dores causadas pela função e 38% sentem fortes dores durante a realização do trabalho.

    Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Alimentação de Arapongas (Sitiaa), a Big Frango tem 3,5 mil funcionários.

    O segmento de abate de aves, suínos e pequenos animais é, segundo a assessoria do MPT, um dos que mais geram acidentes de trabalho no Brasil. Segundo dados do INSS, em 2013, foram 10.388 acidentes contra 10.030, em 2012.

    Conforme o presidente do Sitiaa, Anderson Zanelato, não foi uma única denúncia que motivou a fiscalização. “Há tempos a gente vem denunciando e apontando os erros. Mudou a empresa que controla tudo, mudou o nome, mas as coisas erradas continuam as mesmas.”

    Segundo Zanelato, foram realizadas várias negociações com a empresa para melhorar as condições, sem respostas.

    “Foram relacionados acidentes de trabalho, irregularidades no transporte de funcionários e riscos para a saúde e segurança nos postos de trabalho”, afirmou.

    De acordo com ele, o sindicato nem está sendo comunicado quando há um acidente. “A gente fica sabendo na porta da fábrica. A empresa não comunica e o funcionário tem receio de falar algo.”

    A reportagem tentou contato com a Big Frango/JBS Foods, mas não houve retorno.

    Publicado por jagostinho @ 16:28



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.