Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 28mar

    G1 PR – Bibiana Dionísio

    Obra de João Turin é encontrada durante escavação de rio em Curitiba

    Trabalhadores que acharam a peça irão vendê-la; estimativa é de R$ 10 mil.
    Em 2013, um manuscrito de Turin foi encontrado na Praça Tiradentes.

    turin

    Obra de João Turin foi encontrada em meio a escavação no Rio Bacacheri, em Curitiba (Foto: Divulgação/ Ateliê João Turin)

    Uma obra de João Turin foi encontrada durante uma escavação para construção de uma adutora no Rio Bacacheri em Curitiba.

    A escultura em bronze não tem título e já foi reconhecida pelo Ateliê que leva o nome do artista plástico paranaense. Turin é referência na arte brasileira, em especial, pelas esculturas animalistas em bronze.

    A peça foi localizada por uma equipe que prestava serviços para Sanepar.

    “Foi muita sorte, porque, geralmente, a gente trabalha com máquina escavando. Mas, naquele lugar, resolvemos escavar na mão, porque era um pedacinho curto. Se fosse com a máquina, não teríamos achado”, contou o encarregado de obra Luiz Rodrigo de Oliveira Duarte, de 33 anos.

    Ele contou ainda que a peça estava próxima a tubulação de esgoto.

    Primeiramente, a equipe pensou ter encontrado uma tampa de ferro. Porém, depois de lavar a peça, identificou a assinatura.

    O encarregado entrou em contato com o Ateliê e teve a certeza de que a obra era de fato de Turin.

    Luiz Rodrigo de Oliveira Duarte estava acompanhado por mais quatro funcionários.

    Como o Ateliê João Turin não tem interesse em ficar com a escultura, ele e os colegas decidiram vendê-la.

    “Eles avaliaram que deve valer uns R$ 10 mil, e para nós, funcionários, não compensa ficar com R$ 10 mil pendurados na parede. Vamos vender e dividir o dinheiro”, disse.

    Trabalhadores que acharam a peça decidiram vendê-la (Foto: Arquivo pessoal/ Luiz Rodrigo de Oliveira Duarte)
    Trabalhadores que acharam a peça decidiram vendê-la (Foto: Arquivo pessoal/ Luiz Rodrigo de Oliveira Duarte)

    De acordo com o Ateliê João Turin, a peça é uma réplica de uma moldura em gesso que está no espaço do artista.

    A assessora do espaço Renata Sklaski explica que ser uma réplica não diminui a importância da obra.

    “Quando se faz um molde de gesso, pode fazer até 12 peças. Uma réplica não quer dizer que não seja verdadeira ou algo que a desmereça”, afirmou a assessora.

    Ela disse ainda que, caso o Ateliê não tivesse o molde e uma peça fundida, teria interesse de recolhe a obra para o acervo.

    Outra descoberta
    Em 2013, foi encontrada uma garrafa lacrada com manuscritos e um pedaço de metal embaixo da estátua de Tiradentes, na praça homônima ao herói da inconfidência, feita por João Turin.

    A escultura foi retirada para restauração.

    Uma semana depois, a garrafa foi aberta e descobriu-se que o manuscrito é assinado por Turin e por outros dois autores, com data de 1932.

    Nele, os autores revelam a existência de outra garrafa, escondida em outro local da mesma praça.

    Declaração de João Turin é datada de 1932, e estava dentro de garrafa (Foto: Luiza Vaz/ RPC TV)
    Declaração de João Turin é datada de 1932, e estava dentro de garrafa (Foto: Luiza Vaz/ RPC TV)


    Publicado por jagostinho @ 19:07



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.