Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 13dez

    CONFESSIONÁRIO

    Hoje, no horário das 10:00 às 16:00 hs, no Couto Pereira, acontecem as eleições para a presidência do Coritiba.

    Duas chapas disputam a preferência dos sócios, que pela primeira vez na história gloriosa do Clube, votam para decidir quem vai comandar aquele que é, sem dúvida, o maior do Paraná.

    Pela oposição, a chapa Coxa Maior, apresenta como presidente, Rogério Portugal Bacellar, que, sem falsas modéstias, mas com a serenidade dos anciãos, foi por este Blog anunciado há 5 meses e dez dias atrás – exatamente no dia 23 de junho de 2014. (CLIQUE AQUI E LEIA A MATÉRIA !!! ).

    Prezo a amizade de Bacellar e tantos da sua tradicional família coritibana, por muitas décadas.

    Torço pela sua chapa e conquistei, com certeza, muitos votos pois minha ligação com centenas de sócios coxas, é longa e sincera.

    Não voto, pois como cronista esportivo por 40 anos, não compatibilizava minha profissão com uma adesão clubística.

    Mas, diferente de tantos, quando na ativa, nunca escondi minha preferência pelo Coritiba.

    Porém, nunca misturei as coisas e pautei minha carreira pela busca incansável da verdade. Os torcedores que me conhecem melhor sabem disso.

    Contudo, se fosse votar hoje, com certeza, votaria no Bacellar, pois o conheço muito bem.

    E os outros componentes do G5 são fraternos amigos, de longa data.

    A outra chapa, Coritiba, nós construímos, é liderada pelo atual mandatário do Clube, Vilson Ribeiro de Andrade.

    Não votaria, repito, se sócio fosse, nem que ele fosse candidato único. Neste caso anularia meu voto.

    Vou argumentar minha contrariedade pela continuação de Vilson, no poder, com dois fatos, que abordarei de forma sucinta.

    Teria outros, mas fico apenas nestes:

    1)- Quando Vilson assumiu o poder, numa entrevista neste Blog, relatou que reuniu em sua residência, 26 ou 27 figuras ilustres do Coritiba para, juntos, reerguer um Coritiba destroçado, rebaixado e com estádio interditado.

    Todos se dispuseram a colaborar e escolheram Vilson para o início da grande virada.

    De lá para cá passaram-se 5 anos. 

    Eu pergunto: quantos daqueles mais de vinte estão do seu lado hoje? Um ? Dois ? Nenhum ?  

    Será que ele representa aquela mãe que ao ver seu filho no desfile militar, fora do compasso da marcha e comenta com a amiga ao lado: “veja, só meu filho está marchando corretamente!!!”.  

    2) – Nesta semana, em entrevistas concedidas, Vilson fez uma CONFISSÃO EXPLÍCITA admitindo que errou ao não cumprir o prometido quando do retorno de Alex.

    Ora, quem não cumpre promessa ao maior ídolo do Coritiba, pode oferecer que garantia das suas ações, num, remotíssimo, é verdade, novo mandato ?

    Confissão não implica em perdão. Antes tem que haver o arrependimento e expiação da heresia.

    Este poder está nas mãos dos associados.

    Eu não perdoaria.



    Publicado por jagostinho @ 08:08



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.