Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 02dez

    UOL/NOTÍCIAS

    O ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró negou à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) mista que investiga a corrupção na estatal que tenha recebido propina.

    Ele voltou a afirmar que não tem ciência do esquema de corrupção na empresa. As afirmações foram feitas na tarde desta terça-feira (2), durante acareação com Paulo Roberto Costa, ex-diretor de abastecimento da Petrobras.

    “Desconheço qualquer esquema de corrupção. Ratifico que não recebi propina”, afirmou Cerveró, a exemplo do que fez em depoimentos à CPI em maio, junho e setembro deste ano.

    Questionado sobre se não há esquema de corrupção ou se ele apenas não tem conhecimento, Cerveró respondeu. “Eu desconhecia [a existência]. Pelo fato de não conhecer, não havia.”

    A acareação está sendo feita porque Costa teria dito, em delação premiada, que Cerveró recebia propinas e fazia parte dos desvios na Petrobras, o que o ex-diretor da área internacional sempre negou.

    A suspeita é que a compra de 50% da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, em 2006, tenha relação com o esquema.

    O TCU (Tribunal de Contas da União) considera a aquisição um péssimo negócio em função dos prejuízos causados à estatal. Cerveró foi o responsável pelo parecer que avalizou a compra da refinaria.

    O ex-diretor da Petrobras integrava o Conselho de Administração da Petrobras, órgão na época presidido pela então ministra Dilma Rousseff, que qualificou de “falho” o documento elaborado pelo ex-diretor.

    Em todas as oportunidades, o ex-diretor negou que participou ou tinha conhecimento do esquema na estatal.

    Em outros depoimentos à CPI da Petrobras, Cerveró isentou Dilma e, mais de uma vez, afirmou que a compra de Pasadena foi um bom negócio, já que estaria dando lucro atualmente, de acordo com ele. O mesmo foi dito por Paulo Roberto Costa.

    Hoje, questionado pelo líder da oposição, deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA), Cerveró responsabilizou o Conselho de Administração da Petrobras pela compra da refinaria e não quis posicionar-se quando questionado se Dilma tem responsabilidade pela compra de Pasadena.

    “Confirmo que o conselho é responsável pela compra de ativos”, disse Cerveró. “Confirmou então”, comentou Imbassahy.

    Propina

    Costa, que era de outra área da Petrobras, teria admitido que recebeu US$ 1,5 milhão a título de propina só pela compra da refinaria de Pasadena.

    Por conta disso, os parlamentares questionaram Cerveró como pode ele, que era da área responsável pela aquisição, não ter recebido propina se um diretor de outra área recebeu US$ 1,5 milhão.

    “Eu não recebi nada. Eu fiz o procedimento normal”, disse. “Não houve nenhum recebimento da minha parte. Inclusive isso não consta da colocação feita pelo TCU”, disse.

    Já Paulo Roberto Costa ratificou as declarações dadas em delação premiada à Justiça Federal.

    “Os depoimentos são diametralmente opostos. Alguém está mentindo aqui provavelmente pela segunda vez aqui na CPMI”, afirmou o deputado federal Arnaldo Jordy (PPS-PA).

    Em outra delação premiada, Julio Camargo, executivo da Toyo Setal, teria afirmado que Cerveró recebeu propina de Fernando Soares, o Fernando Baiano, suspeito de ser o operador do PMDB no esquema da Petrobras.

    ex-diretor da estatal teria ficado com uma parte de US$ 40 milhões que Fernando Baiano teria recebido para intermediar dois contratos com Cerveró. Suspeita-se que o dinheiro foi enviado ao Uruguai em contas do ex-diretor da Petrobras.

    Hoje, Cerveró admitiu que conhece Fernando Baiano, mas negou saber se ele atuava como intermediário de partidos políticos.



    Publicado por jagostinho @ 19:02



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.