Aécio tem 53,2% contra 46,8% de Dilma, mostra pesquisa do instituto Veritá
Aécio Neves aparece em vantagem sobre Dilma Rousseff na pesquisa do instituto Veritá

O senador Aécio Neves (PSDB) seria eleito presidente da República com 53,2% dos votos válidos, caso a eleição fosse hoje.

É o que diz pesquisa do instituto Veritá, encomendada pelo jornal Hoje em Dia.

A presidente Dilma Rousseff (PT) não seria reeleita pois conta com 46,8% da preferência do eleitor.

A pesquisa foi realizada entre os dias 17 de outubro e ontem e a margem de erro é de 1,4 pontos percentuais para mais ou para menos.

O levantamento descarta o empate técnico, já que no pior cenário de Aécio e no melhor de Dilma, o tucano continua à frente. 

Se forem considerados os votos totais, o senador Aécio Neves teria 47% das intenções de voto.

Dilma aparece com 41,4%. Os indecisos somam 7,8% e outros 3,7% votariam em branco ou nulo.

Rejeição

De acordo com o Veritá, a rejeição da presidente Dilma é maior que a do senador.

O índice de rejeição dela é de 46,1% dos eleitores.

Já 39,1% dos entrevistados afirmaram que não votariam de jeito nenhum em Aécio Neves.

O instituto também perguntou quem os entrevistados acreditam que será eleito o próximo presidente da República, no dia 26 deste mês.

Para 56%, o senador tucano vencerá a disputa. Os outros 44% acreditam que a petista sairá vitoriosa. 

A amostragem da pesquisa é 7.700 eleitores em 213 cidades de todos os Estados brasileiros.

Ela foi registrada com o número 01144/2014 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O nível de confiança é de 95%.