Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 18jun

    CELEPAR

    GAZETA DO POVO

    Profissionais de informática e tecnologia da informação, que atuam na Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), anunciaram greve nesta terça-feira (17).

    A paralisação, organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Informática e Tecnologia da Informação do Paraná (SINDPD-PR), será por tempo indeterminado, até que a direção da Celepar concorde em negociar sobre todos os 26 itens da pauta, como informa a Comissão de Empregados da Celepar.

    A greve da categoria não irá afetar o funcionamento dos sistemas operados pela Celepar, como do Detran-PR e do Instituto de Identificação, mas qualquer possível manutenção ficará comprometida nesse período.

    Por meio de nota, a companhia diz que todos os serviços prestados estão operando normalmente nesta terça-feira (17).

    A companhia informou ainda que apenas 30% dos empregados aderiram à greve, o que representa cerca de 360 pessoas.

    Nenhum dos diretores do sindicato da categoria foi encontrado para dar maiores informações até as 16h20 desta terça-feira.

    Pauta de reivindicações

    De acordo com a Comissão de Empregados da Celepar, o sindicato da categoria reivindica reajuste salarial de 10,82%, que soma inflação de 5,82% medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) entre maio de 2013 e abril de 2014 e mais aumento real de 5%.

    Os trabalhadores também pedem reajuste de 11,64% do auxílio alimentação, corrigido pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do mesmo período, mas pelo cálculo do subgrupo “alimentação fora do domicílio”.

    Além de aumento de 11,27% para o auxílio educação infantil, corrigido pelo IPCA, e reajuste do abono de férias, que não foi corrigido em 2012 e 2013.

    Segundo o SINDPD-PR, a direção da Celepar ofereceu apenas 6,28% de reajuste no salário e de 11,16% no auxílio alimentação, desconsiderando as outras reivindicações da pauta.

    Publicado por jagostinho @ 16:41



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.