Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 25fev

    GAZETA DO POVO

    PM RACIONA ALIMENTAÇÃO DE CÃES

    Foto:- Osvaldo Ribeiro/SESP

    Osvaldo Ribeiro/SESP / Animais estão comendo 400 g diárias, metade do usual
    Animais estão comendo 400 g diárias, metade do usual

    A Polícia Militar admitiu ontem que a alimentação dos cães vem sendo racionada desde a última quinta-feira.

    Vazado à imprensa, um documento interno da Diretoria de Apoio Logístico da PM determinou que o volume diário de ração fosse limitado a 400 gramas por animal “até que se normalize o abastecimento de ração no Canil Central,” sediado em Curitiba.

    A redução da cota de alimentação dos cachorros provocou a reação de entidades policiais e da Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (Spac).

    O caso é mais um episódio que aponta para a escassez de recursos das forças de segurança do Paraná.

    Além do Canil Central – que abriga 38 cães de busca e salvamento e farejadores de drogas –, a medida afeta outras 15 unidades policiais espalhadas pelo estado.

    Enquanto vigorar o racionamento, os animais ficarão “baixados”, ou seja, não participarão de operações. “Só deverão ser utilizados em casos excepcionais”, consta da orientação da PM.

    Segundo a Apra apurou no Canil Central da PM, a cota de 400 gramas de ração diária corresponde, em média, à metade do que os cães consomem normalmente.

    A professora de Medicina Veterinária da PUCPR, Ana Paula Sarraff, diz que, sem dados como peso e estado corpóreo de cada cachorro, é difícil prever o impacto que a dieta forçada pode provocar.

    Ainda assim, ela ressalta que não é “recomendável” manter o racionamento por um longo período.

    Em nota, a PM informou que a situação deve se normalizar no início de março, quando será licitado um novo estoque de ração, e acrescentou que “a medida de racionamento visa preservar a saúde dos semoventes, mediante orientação médico-veterinária”.

    ******

    COMENTÁRIO:-

    Não me resta muito o que dizer. É deprimente ver um dos maiores estados do Brasil não ter ração para os cães, que prestam serviços excepcionais, normalmente em ocasiões dramáticas, à população do Paraná.

    Só cabe repetir aqui a reação do senador Requião, em seu twitter, sobre o bizarro episódio: “Cães da PM Paraná sem ração, passam fome. Meu Deus. Beto, larga a Ferrari e a Harley Davidson e assuma o governo, que vergonha!

    Publicado por jagostinho @ 14:31



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Alice Disse:

    Vergonha!
    Além de trabalharem os animais tem que quase passar fome. Cães desse porte comem mais de 1 kilo de ração por dia!
    Verba pros almoços caros e carros pomposos pros ‘grandões’ certeza que não acabou, né?!?

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.