Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 12fev

    SITE DO SENADOR REQUIÃO

    AVIÃODepois das denúncias do senador Roberto Requião (PMDB/PR) e de outros colegas, o chefe da Coordenação de Apoio Parlamentar (Coapar), Aloysio Britto Vieira, responsável pela concessão das compras de passagem no Senado, foi demitido.

    O Senado vem pagando até cinco vezes mais por passagens aéreas nacionais e internacionais para parlamentares e servidores.

    Segundo matéria do jornal “O Globo” desta quarta-feira (12), “Aloysio Britto Vieira assinou em agosto passado, junto com coordenadores do setor de compras do Senado, a ata de contratação emergencial, sem licitação, da agência Voetur Turismo e Representações Ltda., a empresa que fornece as passagens aéreas para o Senado”.

    O jornal informa que nesta quarta-feira vence o contrato emergencial da Voetur e o Senado realizará um pregão eletrônico para escolher a agência que a substituirá por um ano.

    Segundo a reportagem, a empresa Voetur fazia “máscaras de bilhetes”.

    “Ela aconteceria quando algumas agências, nos contratos públicos, compram o bilhete mais barato e vendem mais caro para os contratados. Essa prática também é realizada, segundo o que se comenta no setor, por empresas que oferecem contratos sem taxa de administração”.

    Em julho de 2012 Requião reclamou em Plenário do preço pago pelo Senado por passagem aérea para Montevidéu, no Uruguai, onde ele participaria de uma reunião do Parlasul.

    Ele informou que as passagens retiradas pela agência de viagens que presta serviços ao Senado custaram R$ 3.414, enquanto passagens compradas por ele em uma agência de viagens do Paraná, para que sua esposa o acompanhasse no mesmo vôo, custaram R$ 1.654.

    Na época, o senador encaminhou cópia das reservas feitas pelo Senado e das reservas feitas em Curitiba para à Mesa da Casa, pedindo providências.

    E, como a prática continuou, desde então Requião determinou que seu gabinete fizesse a cotação e a compra dos bilhetes mais baratos e depois obtenha o ressarcimento.

    Publicado por jagostinho @ 16:57



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.