Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 26jan

    PORTAL BANDA B

    Por Elizangela Jubanski e Roberto Romanowski

    MORADORES NO TATUQUARA FECHAM RUAS EM PROTESTO E AMEAÇAM ATEAR FOGO EM COLETIVOS

    manifestacao-grande

    Passageiros foram obrigados a descer dos ônibus. Foto: RR/Banda B

     

    Moradores da Rua Jornalista Emílio Zola Florenzano, na Vila Monteiro Lobato, no Tatuquara, fizeram uma manifestação na noite desta quinta-feira (23). Eles reclamaram das más condições da rua, que possui muitos buracos.

    Alguns deles alegaram que a poeira causa problemas de saúde nos moradores. A rua tem grande fluxo e é rota de transporte coletivo na região.

    Por volta das 20h30, fogueiras de pneus, madeira e entulho interditavam a rua e impediam a passagem de carros e ônibus.

    Passageiros que estavam nos ônibus foram obrigados a descer e continuar o retorno para casa a pé.

    Manifestantes ameaçavam incendiar os coletivos.

    manifestacao

    Manifestantes carregavam cartazes. Foto: RR/Banda B

    A moradora Izabel Crespim, que está na região há 11 anos, contou que vê equipes da prefeitura indo no local, mas nada acontece.

    “O pessoal sofre muito com esse pé, não tem mais condições. A gente liga e não tem retorno de ninguém. A Prefeitura até veio aqui esses dias, mas foi embora e nada aconteceu. O objetivo da manifestação é chamar a atenção das autoridades, né? A gente está abandonado aqui”, desabafou.

    Outra reclamação dos moradores é sobre os problemas de saúde, que principalmente as crianças enfrentam tendo de inalar diariamente a poeira da rua.

    “Quem mora nessa rua enfrenta muito pó. É poeira o dia inteiro. As unidades de saúde estão cheias por casua disso, é rinite, falta de ar. Quem tem comércio aqui reclama bastante também. Isso faz anos e só está na promessa”, criticou Zildinha Lopes Teixeira, que mora há 13 anos na região.

    Em um dos cartazes escritos pelos manifestantes o pedido: “Chega de comer poeira, queremos nosso asfalto já”.

    Outro deles, diz que a obra foi prometida em Leis Orçamentárias passadas. “Queremos asfaltos que já foram prometidos em LOAS anteriores”.

    Com uma cópia de um requerimento encaminhado à Prefeitura de Curitiba, Cláudia Silene da Silva disse à Banda B esse pedido de pavimentação é reivindicação atinga dos moradores da região.

    “Falaram que está em análise e será colocado no próximo orçamento. Ontem, passou uma máquina aqui para aplanar a rua, mas isso não adianta, os buracos e os pós continuam”, finaliza.

    De acordo com moradores, aconteceu uma reunião com representantes da Companhia de Habitação Popular (Cohab) de Curitiba sobre a falta de infraestrutura no local.

    Retorno

    A Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba que informou que  a obra da COHAB prevê a pavimentação de 595 metros da rua Jornalista Emílio Zola Florenzano, que passa dentro do conjunto Monteiro Lobato.

    O contrato de execução foi suspenso por necessidade de uma revisão no projeto, em março do ano passado.

    O financiamento é do governo federal, via PAC-2, e a liberação dos recursos depende da aprovação da Caixa Econômica Federal, que está analisando o novo projeto, para que as obras sejam retomadas.

     

    Publicado por jagostinho @ 18:53



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.