Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 22jan

    CORREIO BRAZILIENSE

    Tereza CruvinelCom Mercadante, o Gabinete Civil recupera o papel político, e o governo volta a ter um homem forte e um anteparo político que tem feito falta a Dilma
    A transferência do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, para o Gabinete Civil é a mexida mais relevante feita pela presidente Dilma em seu governo, depois da saída de Antonio Palocci, que ficou apenas cinco meses no cargo.
    Ao substituí-lo por Gleisi Hoffmann, prestativa, mas quase anódina, Dilma optou pela paisagem da palmeira solitária no gramado palaciano: ela, altaneira, cercada de espécies menores.
    Com Mercadante no Gabinete Civil, Dilma voltará a ter um homem forte no Planalto, e talvez até um candidato à própria sucessão, caso seja reeleita e ele seja bem-sucedido no cargo.Tal como Fernando Henrique, que teve na Casa Civil uma figura forte como Clovis Carvalho (seguido de uma discreta mas sólida, como Pedro Parente), Lula não hesitou em ter no posto o então líder mais importante do PT, José Dirceu.

    E depois a própria Dilma, já conhecida pelo temperamento vulcânico.

    Ela, já presidente, nos poucos meses que teve Palocci no Planalto, teria se incomodado com a preferência de políticos e empresários pela interlocução com ele, o que gerou especulações de que não teria se empenhado muito para salvá-lo na crise das consultorias mal explicadas.

    Trocou-o pela leal, mas quase apagada Gleisi, afastando qualquer sombra a sua própria figura.

    A presença de Mercadante no Gabinete Civil vai alterar bastante a fisionomia do governo.

    Para começar, a pasta deixará de ser um filtro administrativo burocrático do governo para recuperar seu histórico papel político, propiciando a Dilma um anteparo que lhe falta nesta área.

    Resta saber se as atribuições administrativas serão todas transferidas para o ministro Gilberto Carvalho na Secretaria-Geral da Presidência, onde também permaneceria, num eventual segundo mandato.

    As questões subjetivas terão seu peso. Mercadante é uma personalidade forte e expansiva, rivalizando com a da presidente em voluntarismo.

    É conhecido por qualidades como a solidez intelectual, a aplicação e a disciplina no trabalho, a combinação entre conhecimento técnico e faro político.

    E também por traços que desagradam a alguns, como a franqueza e a autossuficiência. Hoje, ele já é a figura mais forte do governo, mas não convive o tempo todo com a presidente.

    Ele fica no MEC, não no Palácio. Como nos casamentos, tal compartilhamento de poder será testado no cotidiano, que começará em breve.

    As barbas de Lula

    Mercadante hoje não gravita na esfera lulista, mas tornou-se o quadro petista mais apreciado e respeitado por Dilma.

    Lula avalizou a troca, mas o fato de ter se reunido ontem com a presidente para discutir, entre outros temas, a reforma ministerial, reitera o que todos sabem: ele continua exercendo forte ascendência sobre ela e seu governo.

    Pelo menos um novo ministro já teria sido escalado por ele, o sucessor de Padilha na Saúde.

    Todas as suas sugestões para a campanha têm sido encampadas por ela, inclusive a de agregar o ex-ministro Franklin Martins, que o acompanhou na reunião de ontem e cuidará da campanha na internet e mídias sociais.

    Lula reapareceu ontem com a velha e conhecida barba, embora mais rala e branca, por força da idade e da quimioterapia por que passou.

    Ele começou a deixá-la crescer pouco antes do Natal, e, segundo auxiliares, ri quando falam que isso pode reforçar o “volta, Lula”.

    Segue dizendo que a candidata é Dilma, fará tudo por ela, mas não vai privar-se do reencontro com a autoimagem.

    Publicado por jagostinho @ 09:32



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.