Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 21jan

    GAZETA DO POVO

                                                                       Foto:- Albari Rosa / Gazeta do Povo

    Albari Rosa / Gazeta do Povo / Jéromê Valcke, ao lado de representantes do governo, da prefeitura e do COL: Fifa ameaça tirar Curitiba da Copa se as obras da Arena da Baixada não evoluírem

    Jéromê Valcke, ao lado de representantes do governo, da prefeitura e do COL: Fifa ameaça tirar Curitiba da Copa se as obras da Arena da Baixada não evoluírem

     

    O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, estipulou 18 de fevereiro como a data para definir se Curitiba receberá ou não jogos na Copa do Mundo de 2014.

    É o dia em que os técnicos das 32 seleções do Mundial se reunirão em Florianópolis para um congresso técnico que tem na programação uma visita aos estádios.

    Valcke definiu o nível de preparação atual da Arena da Baixada como “perigoso para a realização de um jogo” e ameaçou tirar a capital paranaense do Mundial.

    “O que dizer? A questão é delicada. Sejamos francos e diretos. Como devem saber, a situação atual do estádio não é do nosso agrado. Não apenas está muito atrasado, mas foge a qualquer bom cronograma de entrega da Fifa para o uso”, afirmou Valcke.

    “Não podemos organizar jogos sem estádio. É uma situação de emergência. Não queremos o estádio pronto em 18 de fevereiro, mas queremos ver progresso nas obras”, reforçou o secretário-geral.

    Nesta terça-feira, foram anunciadas algumas medidas que visam amenizar os problemas com o estádio.

    Daqui por diante, a obra será gerida por um comitê gestor formado por representantes doAtlético, da prefeitura e do governo do estado. Uma espécie de intervenção para acelerar o ritmo dos trabalhos na Arena da Baixada.

    “Governo e prefeitura não estavam na mesa, não estavam participando diretamente das decisões práticas [relativas ao estádio]. Agora vamos estar presentes com uma assessoria técnica”, disse o coordenador geral de assuntos da Copa no governo do estado, Mario Celso Cunha.

    Além disso, o número de operários que trabalham na Arena vai aumentar entre 50% e 70%. Atualmente, são 1084 trabalhadores no local. Em alguns setores, vai se tentar implantar um terceiro turno de trabalho.

    Outra determinação é a garantia de fluxo financeiro para a finalização do estádio. Uma auditoria vai auxiliar na definição de um orçamento final, o valor que precisa ser investido para que a Arena fique pronta a tempo.

    Nesta terça, a Fomento Paraná, autarquia do governo estadual, liberou um empréstimo de R$ 39 milhões que estava retido.

    “A situação é grave e requer atenção de todos os envolvidos”, cobrou o secretário executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes.

    Publicado por jagostinho @ 16:19



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Fernando Correa Martins Disse:

    Boa tarde, seu Jota!

    Quero só ver de onde vão tirar dinheiro, pois ao que me parece Governo e Prefeitura estão com problemas…Eu que o diga..Minha promoção que deveria ter saído há mais de um ano e 4 meses…Até hoje..Nada…

    Abs e SAV

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.