Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 09jan

    DIÁRIO DO ESTADO/DERICK FERNANDES

    Perfil da Prefeitura de Curitiba no facebook - Página bloqueia quem critica gestão - Foto: Reprodução

    Perfil da Prefeitura de Curitiba no facebook – Página bloqueia quem critica gestão – Foto: Reprodução

    Quem se atreve a criticar a Prefeitura de Curitiba no facebook e no twitter recebe um belíssimo “bloqueio” como resposta.

    É essa a postura que vem sendo adotada pelo famoso anão comediante, que figurou na campanha de Gustavo Fruet (PDT) com o bordão “Você tá pronto Gustavo!“.

    Pseudo-comediante, Claudinho Castro é quem supostamente estaria atuando nas redes ganhando um salário bem gordinho para proteger o prefeito contra críticos que ousam discordar ou reclamar em um dos perfis da Prefeitura nas redes sociais.

    Claudinho Castro, vulgo "AhNão" seria o responsável pelos bloqueios - Foto: Blog do Álvaro Borba / Divulgação

    Claudinho Castro, vulgo “AhNão” seria o responsável pelos bloqueios – Foto: Blog do Álvaro Borba / Divulgação

    O fato já está virando caso de justiça por infringir o artigo 37 da Constituição Federal do Brasil de 1988 – Onde é estabelecido que a administração pública é impessoal – Veja: 

     Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.

    O grande problema é que isso ainda não foi divulgado e por esse motivo acaba ficando impune.

    O mais recente caso aconteceu no twitter com o perfil de Zé Renato Cella, agropecuarista de 43 anos.

    Em uma de suas atualizações, Zé Renato lembra a violação a constituição e ainda denuncia o bloqueio ao prefeito, porém não obtém nenhuma resposta oficial ao caso que já aconteceu com milhares de pessoas em toda a cidade.

    Veja:

    Zé Cella publicou seu descontentamento - Foto: Reprodução

    Zé Cella publicou seu descontentamento – Foto: Reprodução

    ANÃO DE FRUET TENTA INTIMIDAR BLOGUEIRO

    BOCA MALDITA: O ator Claudinho Castro, o Anão que trabalhou na campanha de Gustavo Fruet (PDT) e hoje está lotado como Analista de Mídias Sociais da Prefeitura de Curitiba, usou seu perfil na rede social Facebook, para tentar intimidar o blogueiro Dennis Jorge Migliorini, do Pio do Jacu.

    Migliorini fez sátira ao projeto do metrô de Fruet, que mesmo dobrando de valor sobre o projeto apresentado pelo ex-prefeito Luciano Ducci (passou de R$ 2 bilhões para mais de R$ 4 bilhões), acabou encolhendo.

    Pio do Jacu, blog de sátira de eventos cotidianos, publicou um post com o título “Curitiba: Novo projeto do Metrô é feito sob medida para o Anão do Fruet“, despertando a revolta do ator, que atualmente é servidor em comissão (que não precisa de concurso) da Prefeitura.

    No Facebook, o Anão desclassifica o espaço tratando o mesmo de “bloguizinho” e tenta intimidar o autor, informando que o mesmo “em 2011 se filiou ao PMDB de Laranjeiras do Sul”.

    ana fruet

    Em novo post o Anão de Fruet trata com desleixo o trabalho de Migliorini.

    Se o cara se diz blogueiro e sequer tem domínio próprio pra mim não passa de amador que só quer se achar!

    O outro lado

    Em ação intimidatória, Claudio também enviou uma mensagem ao perfil do diretor do Diário do Estado, Derick Fernandes afirmando que o mesmo não tinha provas para fazer a critica.

    “Lá trabalham muitas pessoas” – Porém a única de que se tem conhecimento é ele que passou do gênio do humor para o gênio da pirraça.

    Observamos então tudo atentos. ALÔ OAB-PR, Dr. Juliano Breda – ALÔ Ministério Público!

    Publicado por jagostinho @ 15:37



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.