Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 08dez

    BEM PARANÁ/ Silvio Rauth Filho

    Briga de torcidas na Arena Joinville (foto: Franklin de Freitas)

     

    O presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, afirmou neste domingo (dia 8) que os incidentes ocorridos na Arena Joinville são uma “herança do Eurico Miranda” e que a violência foi planejada.

    As declarações foram para a rádio CAP. “Hoje prefiro falar como torcedor, não como presidente. Estamos felizes pelo jogo, pelo desempenho, pela conquista da 4ª Libertadores. Infelizmente não pudemos dar o título da Copa do Brasil”.

    “Foi lamentável. Mas tem o lado triste. Essa herança do Eurico Miranda, de 2004, quando abriu os portões. Fomos mal recebidos lá, mal atendimos. Nos trancou naquele vestiário ridículo, daquele estádio ultrapassado. Hoje está aí. O troco veio. Mais um pro caixão do Eurico”.

    “Tudo que vimos foi herança desses dirigentes que dão dinheiro, que dão ingressos para torcidas organizadas. Vieram aqui de forma premeditada para que o jogo não terminasse, que a decisão fosse para o tapetão”, criticou.

    Em 2004, o Atlético precisava vencer o Vasco, na penúltima rodada do Brasileirão, em São Januário, para conquistar o título. Perdeu por 1 a 0. O presidente do clube carioca, na época, era Eurico Miranda.

    Petraglia continuou seu desabafo.

    “Esse clube (Vasco) foi saqueado. Vai ficar nesse io-iô, de sobe e desce. Não se modernizou. Isso é só um desabafo. Temos que pensar definitivamente no nosso problema, da nossa torcida organizada, que nos tirou da Vila Capanema”.

    “Alguns vândalos que se infiltram. Porque que eles tinham que correr atrás desses mercenários (do Vasco). Não tínhamos policiais dentro do estádio. Isso é um absurdo. O Ministério Público determinou que a PM ficasse fora do estádio”.

    “Se for para fazer futebol para ver isso, eu não me exponho. Se precisarmos de torcida, principalmente organizada, para ganharmos jogo, eu prefiro ir para casa. As autoridades precisam dar um basta. Precisam acabar com esse romantismo do século passado”, declarou.



    Publicado por jagostinho @ 21:09



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.