Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 05dez

    UCHO.INFO/A MARCA DA NOTÍCIA

    (Foto: Edson Ruiz – Estadão)

    (Foto: Edson Ruiz – Estadão)

    Nada pode ser mais ridículo do que uma pessoa idosa que posa de jovem na maior parte do tempo, mas que assume a própria quando interessa ao alarife.

    Assim agiu o mensaleiro e deputado cassado José Dirceu, que por meio de seus advogados requereu à Vara das Execuções Penais do Distrito Federal agilidade na apreciação do pedido de autorização para trabalhar no Hotel Saint Peter.

    No requerimento enviado à Justiça, a defesa do chefe do Mensalão do PT requereu prioridade na análise com base no Estatuto do Idoso, que privilegia pessoas com mais de 60 anos, e destacou que o petista tem 67 anos.

    Acontece que Dirceu é um metido a garotão que agora quer se passar por velhinho abandonado.

    O juiz Vinícius Santos Silva, da Vara das Execuções Penais do DF, afirmou em seu despacho que José Dirceu terá, sim, prioridade no respectivo processo, mas a análise sobre a idoneidade do trabalho não pode passar na frente de pedidos semelhantes formulados por outros detentos de outros presos.

    A decisão foi informada ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira (4).

    Independentemente de o pedido de prioridade apresentado por José Dirceu ser atendido em algum momento, o escândalo envolvendo o Hotel Saint Peter, em Brasília, deve dificultar a concordância da Justiça em relação ao eventual local de trabalho do petista.

    O hotel, que se dispõe a pagar R$ 20 mil reais mensais ao novo “gerente administrativo”, é controlado por uma empresa panamenha, cujo presidente é um reles testa de ferro, considerado pobre em seu país e que trabalha em um dos muitos escritórios de advocacia especializados nessas manobras fiscais mirabolantes.

    O escândalo do Hotel Saint Peter envolvendo José Dirceu, o PT e o governo de Dilma Rousseff foi revelado com exclusividade pelo ucho.info.

    O dono de fato do hotel, Paulo de Abreu, é conhecido na Advocacia-Geral da União como o “rei das liminares”, usadas para garantir o funcionamento de algumas emissoras de rádio que transgridem a legislação do setor em vários estados.

    A repercussão do caso saiu do controle e tem preocupado o núcleo duro do governo de Dilma Rousseff e a cúpula do PT.

    No partido já há quem afirme que a epopeia do “emprego” de José Dirceu foi um tiro no pé.

     



    Publicado por jagostinho @ 13:17



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.