Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 29out

    GAZETA DO POVO

    Foto:- Daniel Castellano / Agência de Notícias Gazeta do Povo

    Daniel Castellano / Agência de Notícias Gazeta do Povo / Presidente Dilma Rousseff recebe uma réplica em miniatura do ônibus expresso de Curitiba
    Presidente Dilma Rousseff recebe uma réplica em miniatura do ônibus expresso de Curitiba

     

    Os governos federal, estadual e municipal estiveram reunidos na tarde desta terça-feira (29) em Curitiba para anunciar investimentos no transporte coletivo da capital e região metropolitana.

    Em visita à cidade, a presidente Dilma Rousseff (PT) e o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, anunciaram o repasse de R$ 5,3 bilhões para obras em mobilidade.

    Somente para a construção do metrô de Curitiba foram liberados diretamente R$ 1,8 bilhão do governo federal, além do financiamento de R$ 1,4 bilhão, com cinco anos de carência e juros subsidiados.

    O evento, que teve início por volta das 15 horas, aconteceu no Espaço Torres, no Jardim Botânico, onde também estavam presentes a ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT), o prefeito da capital, Gustavo Fruet (PDT) e o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), além de outras autoridades.

    Os recursos são do PAC da Mobilidade e contemplam também outras obras, conforme anunciado ainda nesta manhã pela presidente: extensão da Linha Verde e a criação de um nono anel viário, para os quais serão destinados R$ 408 milhões; e a construção de um corredor de ônibus na RMC, que receberá investimento de R$ 87 milhões.

    De acordo com Fruet, as obras referentes ao plano de mobilidade deverão ser iniciadas no primeiro trimestre do próximo ano. Os investimentos, segundo ele, trarão “o maior aporte de recursos que a cidade já recebeu em 20 anos”. 

    Mais Médicos

    Além de falar sobre os investimentos no Paraná, Dilma também incluiu em seu discurso temas recentes ligados às ações do governo federal, entre eles o programa Mais Médicos.

    Segundo ela, a medida vai beneficiar, além de áreas do interior dos estados, populações mais remotas, como os indígenas.

    A presidente disse que até o final do mês 3,5 mil médicos estrangeiros já deverão estar atuando no país.

    Até abril de 2014, a meta é chegar a 13 mil profissionais. Dezessete municípios do Paraná receberão os 57 profissionais cubanos que vão atuar no estado dentro do Mais Médicos.

    Eles chegaram ao estado entre sábado e esta segunda-feira, junto com outros intercambistas.

    Libra

    Dilma também destacou em seu discurso a importância do leilão do Campo de Libra, ocorrido no último dia 21.

    A presidente ressaltou que 75% dos recursos gerados pela exploração do local ficarão com o governo federal, com os estados e com os municípios, e que isso trará um alto retorno financeiro para o país, além de ser um meio de assegurar mais recursos para uma educação de qualidade. intercambistas.

    Publicado por jagostinho @ 17:32



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.