Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 18out

    SALA DE IMPRENSA/ITAIPU BINACIONAL

    LEMINSKIA grande procura de público pela exposição Múltiplo Leminski, sobre o artista Paulo Leminski (1944-1989), vista por mais de 91 mil pessoas no Ecomuseu de Itaipu, levou à prorrogação da mostra, que poderá ser visitada até 17 de novembro em Foz do Iguaçu.

    “Quisemos dar oportunidade para ainda mais gente conhecer a exposição, principalmente as escolas”, disse Paulino Motter, consultor do diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek.

    Do total de visitantes, cerca de 8.000 eram estudantes e professores.

    Aberta em 12 de julho, o acervo seria desmontado em 20 de outubro. Com a nova data, vieram também novidades para o encerramento da mostra.

    Entre 14 e 16 de novembro, a premiada escritora e poeta Alice Ruiz ministrará uma oficina de haicai – forma poética de origem japonesa constituída de três versos, que valoriza a concisão e a objetividade, muito presente na obra do autor.

    Paralela à exposição no Ecomuseu, a atividade é promovida por meio de parceria com o Projeto Panambi 2, coordenada pela professora Alai Diniz, da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila).

    Serão oferecidas 30 vagas gratuitas.

    Para a nova fase da exposição, o Ecomuseu também preparou uma versão trilíngue do catálogo, em espanhol, inglês e guarani.

    A tradução foi adotada para atender os visitantes estrangeiros, que aproveitam a visita em Itaipu para conhecer a obra de Leminski. Foram impressas 1.000 unidades.

    “Onda Leminski”

    O interesse pela vida e obra do poeta curitibano rendeu recorde de visitação nos 26 anos do Ecomuseu. Nunca antes uma exposição havia sido vista por tanta gente no local.

    Em setembro, a mostra levou para o Ecomuseu 26.156 pessoas, superando até mesmo a Visita Panorâmica (21.228 visitas), a mais procurada do Complexo Turístico Itaipu.

    “Além do turista, tivemos também a participação de pessoas da região. Em alguns meses, o público regional superou 4.000 pessoas”, disse Tatiara Damas, da Divisão de Educação Ambiental (MAPE.CD), do Ecomuseu.

    “Isso mostra que o processo foi assertivo ao atender as necessidades regionais também”, completou Tatiara.

    Fora da mostra em Itaipu, a obra de Paulo Leminski também tem sido prestigiada pelo público.

    A “onda Leminski” atestada em Foz do Iguaçu reflete um fenômeno nacional de renovação do interesse pelo trabalho do artista, comprovado pela vendagem de seu livro “Toda Poesia”.

    No primeiro semestre do ano, o livro ficou entre os mais vendidos no mercado editorial brasileiro com mais de 60 mil cópias vendidas até agora.

    Recentemente, a editora lançou uma nova edição do livro “Vida”, que reúne quatro biografias escritas pelo autor.

    As escolas públicas visitantes da mostra recebem um exemplar de “Toda Poesia”, doado pela Itaipu para a biblioteca da unidade.

    Do guardanapo à máquina de escrever

    O legado do artista está espalhado por uma área de aproximadamente 300 metros quadrados. Neste espaço, há painéis com fotos, vídeos, discos, reproduções de grafites, histórias em quadrinhos, poesias escritas em guardanapos.

    De ser acervo vieram ainda a máquina de escrever que ele usava e muitos de seus livros.

    Nesse ambiente, o visitante pode conhecer um pouco mais desse multifacetado intelectual que transitava entre o romance, a poesia, a biografia, a tradução e a composição musical.

    Parte da incursão de Leminski pela música foi apresentada em Foz em uma aula-show comandada pelo professor e músico José Miguel Wisnik, parceiro do poeta curitibano, e que apresentou as composições do poeta no  Centro de Recepção do Visitantes (CRV) da Itaipu.

    Depois de Foz, a exposição Múltiplo Leminski segue para Goiânia, terceira cidade a recebê-la.

    A primeira foi Curitiba, terra natal do poeta. Na capital paranaense, a exposição no Museu Oscar Niemeyer (MON) foi vista por mais de 180 mil pessoas.

    Serviço

    Exposição Múltiplo Leminski
    De 12 de julho a 17 de novembro de 2013
    Local: Ecomuseu de Itaipu. Avenida Tancredo Neves, 6001
    Horário: de terça a domingo, das 8h às 16h30.

    Para visitas de turistas: telefone 0800 645-4645 / fax (45) 3520-6398 /[email protected]
    Para visitas institucionais (escolares): telefone (45) 3520-5642 e (45) 3520-5626 e o e-mail é [email protected], com Noeli
     
    Oficina de haicai com Alice Ruiz
    Dias 14, 15 e 16 de novembro
    Local: Ecomuseu
    Horário: das 14h às 18h.
    Prazo de inscrição: 10 de novembro
    Para participar, é preciso se inscrever pelos e-mails [email protected] ou[email protected]
     

    Publicado por jagostinho @ 09:32



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.