Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 19jul

    FOLHA.COM

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou uma palestra sobre política internacional na Universidade Federal do ABC, em São Bernardo do Campo, para mandar um recado aos manifestantes que ocuparam as ruas do país em junho: “não neguem a política”.

    Diante de uma plateia majoritariamente composta por estudantes, Lula falou em tom descontraído e chegou a usar palavrões.

    “Quando vocês estiverem putos da vida, mas puto, ‘não gosto do Lula, não gosto da [presidente] Dilma [Rousseff], não gosto do Marinho [Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo do Campo]’, ainda assim, não neguem a política”, disse Lula.

    Jorge Araujo/Folhapress
    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante conferência na universidade do ABC
    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante conferência na universidade do ABC

     

    “E muito menos neguem os partidos. Vocês podem fazer outros. Em vez de negar a política, entre você na política. É dentro de cada um de vocês que está o político perfeito que vocês querem”, finalizou.

    O ex-presidente foi aplaudido em diversos pontos do discurso. Por diversas vezes, mencionou as manifestações.

    Lula disse, por exemplo, que enquanto a Europa protesta para não perder direitos adquiridos, o Brasil protesta para “conquistar mais”.

    Ele reafirmou seu legado, disse que os brasileiros passaram a ter acesso a bens como carros e viagens. “É claro que vai ter problema de transporte.

    O sujeito compra o carro e não consegue andar dez metros. ‘Puta que pariu, vou protestar contra esse prefeito’, ilustrou o ex-presidente.

    “Em vez de achar ruim o protesto, [vamos dizer] viva o protesto. De protesto em protesto a gente vai consertando o telhado”, afirmou.

    O ex-presidente falou muito sobre a condução da política externa no seu governo. Ele também falou sobre a crise internacional atual e criticou a postura da chanceler alemã, Angela Merkel.

    “A Angela Merkel conseguiu fazer com a Europa o que duas guerras não fizeram”, disse.

    No final do encontro, Lula pediu a palavra para desmentir que esteja com metástase, como foi disseminado em boatos espalhados por redes sociais.

    Garantiu que jamais mentiria às pessoas se a situação de sua saúde de agravasse.

    Questionado se havia possibilidade de ser candidato, Lula respondeu:

    “Eu elimino [essa possibilidade]. Eu tenho candidata à presidência da república. As pessoas sabem que não adianta bater na minha porta, a presidente Dilma é uma excelente presidente e uma excelente candidata.

     

    Publicado por jagostinho @ 10:28



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.