Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 02fev

    ANPr

    Gov. Beto Richa na posse do Tribunal de JustiçaO governador Beto Richa participou sexta-feira (01/02) da posse do novo presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ), desembargador Clayton Coutinho de Camargo.

    O novo presidente cumprirá o mandato no biênio 2013/2014, substituindo o desembargador Miguel Kfouri Neto. 

    Richa falou sobre a relação de respeito entre os poderes no Estado, que tem contribuído para os avanços que o Paraná tem conquistado nos últimos dois anos.

    “É fundamental a boa aliança entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Juntos, podemos fazer muitas coisas em favor de todos os paranaenses”, disse o governador Beto Richa. 

    O governador reforçou a importância do respeito às instituições democráticas para garantir a moralidade e a ética na administração pública.

    “Como democrata que sou, respeito as instituições democráticas. Sou a favor de que cada vez tenham mais instrumentos para garantir a moralidade que toda sociedade deseja dos seus representantes políticos e, principalmente, dos gestores públicos”, afirmou. 

    Clayton Camargo salientou a necessidade de integração ainda maior da Justiça com a sociedade.

    “Nossa mensagem é de otimismo. Almejamos um judiciário em que os magistrados se aproximem ainda mais da sociedade, para que ela saiba o porquê do nosso trabalho”, afirmou Camargo. 

    O novo presidente disse que pretende otimizar o trabalho do TJ, com a reestruturação da casa para ampliar o atendimento à população, “que busca participação efetiva da Justiça na sociedade”.

    “É preciso rever a idéia de que o juiz só deve falar nos autos. O judiciário precisa fazer-se ouvir”, reforçou Camargo, que citou como meta o início da construção do novo Palácio da Justiça. 

    Kfouri Neto, que deixa o cargo após dois anos a frente do poder judiciário do Paraná, destacou a integração e a cooperação entre os poderes.

    “Felizmente há um clima harmonioso no Estado. Minha admiração e respeito ao governador Beto Richa pelo diálogo elevado e absoluta correção no trato da gestão publica”, disse. 

    O desembargador afirmou que seu compromisso foi levar a justiça para mais perto das pessoas.

    Ele exemplificou a instalação de 11 comarcas durante seu mandato, com as quais o Paraná passa a contabilizar 35 comarcas em todo o Estado. 

    Também foram empossados os desembargadores Paulo Roberto Vasconcelos, Dulce Maria Sant’Eufêmia Cecconi, Lauro Augusto Fabrício de Melo e Eugênio Achille Grandinetti, eleitos 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, corregedor-geral da Justiça e corregedor da Justiça, respectivamente. 

    Participaram da solenidade de posse o presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni, o vice-governador, Flávio Arns, o procurador-geral de justiça do Ministério Público do Paraná, Gilberto Giacoia, o presidente da OAB Paraná, Juliano Breda, o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, desembargadores, deputados e vereadores. 

    PERFIL – O novo chefe do Judiciário, desembargador Clayton Coutinho de Camargo, chega à presidência do TJ depois de 39 anos de carreira jurídica, sendo 21 dedicados ao Ministério Público do Paraná e 18 no judiciário paranaense, ocupando uma vaga pelo Quinto Constitucional. 

    Camargo foi procurador de Justiça no Ministério Público Estadual e integrou o Conselho Superior do Ministério Público.

    Foi juiz do extinto Tribunal de Alçada e esteve à frente da presidência daquela corte de fevereiro de 2002 a setembro de 2003.



    Publicado por jagostinho @ 13:06



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.