Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 19set

    BLOG DO FERNANDO RODRIGUES/UOL

    A ministra da Defesa do Paraguai, María Liz García de Arnold, divulgou em seu currículo que é detentora de um doutorado concedido em 2009 pela Universidade Paranaense (Unipar), no campus de Umuarama.

    O jornal “ABC Color” desconfiou da informação, pois a ministra não havia morado nessa cidade para obter tal título. Hoje (18.set.2012), após este Blog ter obtido uma negativa da instituição de ensino, “ABC Color” publicou: “Mentiu sobre o doutorado“.

    O título da tese de doutorado chamava a atenção. Em espanhol: “Aplicabilidad de los derechos humanos en la seguridad multidimensional para lograr medidas de confianza en la República del Paraguay”.

    Na realidade, tratou-se apenas de uma palestra que María Liz apresentou em 22 de maio de 2009 na Unipar, na cidade Umuarama, no oeste do Paraná.

    Segundo o professor Celso Hiroshi Iocohama, coordenador do Mestrado da Unipar, em maio de 2009 foi firmado um “convênio de cooperação acadêmica, científica e cultural internacional firmado entre a Unipar e a UMA (Universidad Metropolitana de Asunción)”.

    Na ocasião, María Liz fez uma apresentação, pois era a reitora da UMA.

    “Foram apresentados alguns trabalhos dos professores visitantes perante a comunidade acadêmica, dentre os quais o da professora Maria Liz García de Arnold, sem que, entretanto, pudesse ser atribuído qualquer título acadêmico, em especial o de doutorado, já que a universidade não estava e ainda não está contemplada com programa deste nível. Nenhum título acadêmico foi atribuído aos professores visitantes que apresentaram trabalhos”, escreveu o professor Celso Hiroshi Iocohama a respeito do episódio.

    No Paraguai, a repórter Mabel Rehnfeldt, do jornal ABC Color, entrevistou há alguns dias María Liz. A ministra da Defesa declarou que tinha o título de doutora da Unipar, tal como está em seu currículo.

    Segundo relata o “ABC Color”, a ministra da Defesa do Paraguai respondeu o seguinte: “Eu sou uma pessoa da academia, respeito a academia, estudei muitíssimo e este é um trabalho de investigação de três anos, que está à vista de todos”.

    Indagada sobre o diploma, respondeu: “O ato existiu, o documento existe e isso é algo que tenho em minhas mãos”. María Liz nunca mostrou o diploma, mas apenas um vídeo de sua apresentação em 2009 na Unipar.

    Hoje (18.set.2012), ao receber a negativa da Unipar, este Blog perguntou de maneira bem explícita: “A Unipar nunca outorgou um título de doutora para a sra. María Liz, certo?”.

    E a resposta do professor Celso Hiroshi Iocohama: “Nenhum título foi outorgado aos professores paraguaios visitantes, dentre eles, a professora [María Liz]”.

    Depois de conhecida a versão da Unipar, a ministra da Defesa do Paraguai não voltou a dar declarações.

    Publicado por jagostinho @ 16:53



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.