Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 27jun

    GAZETA DO POVO

    Uma declaração da vereadora Renata Bueno (PPS)(foto) ameaça tirar o deputado federal Rubens Bueno (PPS), pai dela, da vaga de

    vice na chapa de reeleição do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB).

    “Só a presença dele [Rubens] vai salvar esse governo [de Ducci]”, disse Renata em entrevista publicada ontem no portal Terra. “Várias pesquisas mostram isso”, complementou a vereadora.

    A indicação de Rubens já era dada como certa. O próprio deputado havia dito que aceitaria o cargo e que só dependia de um aval da cúpula nacional do PPS.

    Mas a entrevista de sua filha causou mal-estar na cúpula da campanha de Ducci. Uma reunião de emergência teria sido convocada, ontem à noite, para discutir o assunto.

    Rubens Bueno estava livrando os entraves à sua indicação a vice. Na noite de ontem, se reuniria com integrantes do diretório nacional do PPS para obter o aval da cúpula nacional.

    Apesar de resistências, especialmente na Câmara de Curitiba, alguns dos principais adversários de Bueno na briga pela vaga já estavam manifestando, antes de a entrevista de Renata ser publicada, que estavam conformados com a decisão de Ducci por Rubens Bueno.

    “Muito mais importante que a campanha para vice é a campanha para prefeito”, disse o deputado estadual Osmar Bertoldi (DEM). O também deputado estadual Mauro Moraes (PSDB) frisou que Bueno “não era seu candidato, mas política se joga em grupo”.

    No entanto, a filha se tornou o maior empecilho para Rubens, especialmente entre os vereadores da base de Ducci.

    O posicionamento do PPS e da vereadora Renata Bueno, durante as denúncia de irregularidades praticadas pelo ex-presidente da Casa João Cláudio Derosso (ex-PSDB), causou insatisfações.

    Além disso, os vereadores consideram que ela os ofendeu ao chamá-los, no ano passado, de “bando de gentalha”.

    “A ‘máfia’ ganhou mais um componente, mais uma gentalha”, ironizou ontem o líder do PSDB na Câmara, Emerson Prado.

    Entretanto, ele frisou que os vereadores irão manter o apoio ao prefeito, independente do vice.

    Dentro do PSDB, maior aliado de Ducci na eleição, quem demostrou mais insatisfação com a escolha foi o deputado federal Fernando Francischini.

    Ele já cogitaria deixar o PSDB para se filiar ao recém-criado PEN. Ontem, a reportagem tentou entrar em contato com o parlamentar, mas não obteve sucesso.

    Publicado por jagostinho @ 11:18



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • Yasmim Disse:

    Essa família dos Buenos é muito esperta. Querem é estar sempre mamando. Pena que esqueceram que o povo está mais esperto. Vâo dançar.

  • josué Disse:

    agora não é mais gentalha os outros vereadores ? Quanta hipocrisia e oportunismo dos limpinhos, hein ??? Ou melhor sujinhos?

  • Helen Disse:

    Gentalha é vc Renata. Ofende, xinga, e depois vai mamar na teta do Ducci através do pai que é outro oportunista

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.