Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 14jun

    ENFOQUE Comunicação & Eventos

     

    A estudante Noemi Vergopolan e Francisco Simeão, um dos fundadores do Programa Bom Aluno

    A jovem Noemi Vergopolan, estudante de Engenharia Ambiental na Universidade Federal do Paraná, acaba de embarcar para os Estados Unidos levando com ela a bagagem de todo o aprendizado e as experiências proporcionadas pelo Programa Bom Aluno.

    Integrante do programa desde 2005, Noemi conquistou uma bolsa de estudos através do Programa Ciência sem Fronteiras e vai passar pouco mais de um ano aperfeiçoando seus conhecimentos acadêmicos.

    Nos primeiros dois meses do intercâmbio, a estudante de 21 anos, vai morar na cidade de Knoxville, no estado do Tennessee, e freqüentar o instituto de línguas da Tennessee State University para afilar o inglês.

    Só depois desse período de adaptação é que será designada em definitivo para a universidade onde vai cursar disciplinas na sua área.

    O Ciência sem Fronteiras é um programa do governo brasileiro que oferece bolsas para que universitários possam estudar alguns meses no exterior e assim diversificar sua formação.

    Para a jovem Noemi esse é um novo e instigante desafio, mas ela conta que o caminho até aqui não foi fácil e que o apoio do Bom Aluno foi fundamental na sua formação.

    “As dinâmicas, palestras, aulas de inglês e a bolsa de estudos em um bom colégio, proporcionada pelo programa foram uma parte muito importante da minha formação”, comenta.

    A estudante ainda não sabe ao certo que área da Engenharia Ambiental pretende seguir depois de formada, mas acredita que o intercâmbio vai contribuir muito para seu crescimento profissional.

    No futuro ela espera poder se tornar uma mantenedora e ajudar outras crianças a terem a mesma formação que o Programa lhe proporcionou.

    Para a gerente do Instituto Bom Aluno, Maria Isabel Grassi Dittert, conquistas como a de Noemi demonstram o resultado do programa na vida desses jovens.

    “Eles se tornam pessoas mais preparadas e confiantes para lutar pelos seus sonhos e agarrar as oportunidades”, diz.

    O Bom Aluno é um programa sócio educacional que ajuda estudantes de escolas públicas,  através da concessão de bolsas de estudos em escolas particulares, dando todo o suporte necessário para o seu desenvolvimento, como cursos de língua, acompanhamento individual dos jovens desde o ensino fundamental até a universidade,  além de orientação vocacional e de carreira,

    Exemplos de sucesso como o de Noemi não faltam dentro do programa. No mês de maio, por exemplo,  Diego Bergamini, outro beneficiado do Bom Aluno, retornou da Itália onde defendeu sua dissertação de mestrado e a estudante de odontologia, Carolinne Rodrigues, embarcou também para um intercâmbio de um ano em Portugal.

    Além de Curitiba, onde foi criado em 1993,  o programa está presente em outras capitais brasileiras.

    Recentemente foi inaugurada uma nova unidade em Vitória, no Espírito Santo.

    Mais informações no site: www.bomaluno.com.br

    Publicado por jagostinho @ 16:54



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.