Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 13jun

    DEPUTADO MARCELO RANGEL/ASSESSORIA DE IMPRENSA-OSNI GOMES

    A oximetria de pulso, popularmente conhecido como o “teste do coraçãozinho”, que mede os níveis de oxigênio no sangue, será exame obrigatório em todo o Paraná, por proposta do deputado estadual Marcelo Rangel (PPS), que tramita na Assembleia Legislativa.

    A pretensão de Rangel é que os casos de cardiopatia congênita, detectada em alguns recém-nascidos seja prevenida através do exame, antes das crianças receberem alta de natalidade nas maternidades do Paraná.

    Com a constatação prévia deste problema, possibilitará que os casos positivos sejam aprofundados, evitando o risco de vida para estas crianças, como ocorre atualmente.

    Nos hospitais onde ocorre o exame, os recém-nascidos já passam por ecocardiograma, investigando a existência de cardiopatia congênita.

    No entanto onde o exame não é realizado, é comum as crianças terem que retornar ao hospital com problemas graves. Isso pode ser evitado e vai ocorrer a partir do procedimento obrigatório proposto pelo deputado.

    Pesquisas realizadas pela Universidade de Birmingham Women’s Hospital, no Reino Unido, mostram que entre 20 mil bebês aparentemente sadios, muitos apresentaram níveis baixos de oxigênio e corriam o risco de sofrerem problemas no coração.

    É comprovado que o teste prévio é eficiente para antecipar tratamentos e salvar vidas. “Como se trata de um exame indolor e de comprovada validade, nada impede que todos, indistintamente, sejam avaliados e que tenhamos a certeza de que sairão dos hospitais para a vida, sem os riscos que hoje, todos correm”.

    Rangel aguarda agora a aprovação do plenário e conta com o enriquecimento de sua ideia através de propostas semelhantes apresentadas pelos deputados Ney Leprevost (PSD) e Hermas Brandão Júnior (PSB).

    ‘É importante que contemos com o maior número possível de adesões para que consolidemos esta proposta’, frisou o deputado Marcelo Rangel.

    Publicado por jagostinho @ 15:12



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.