Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 10jun

    RADAR ON-LINE/LAURO JARDIM/VEJA.COM

     

    Laranjal aéreo

    Viracopos: até hoje o contrato da concessão não foi assinado

     

    Os laranjas usados pela Delta também trabalharam para outras empreiteiras, como a UTC e a Triunfo, conforme detectado pelo Coaf e revelado por VEJA na semana passada.

    E o que a UTC e a Trinfo têm em comum, além do fato de serem empreiteiras e terem o governo como cliente principal?

    Ambas lideraram o consórcio que venceu a bilionária licitação da Infraero para a privatização do aeroporto de Viracopos há quatro meses.

    A Casa Civil já foi informada pelo Coaf do laranjal cultivado pela UTC e Triunfo. Talvez por isso, até hoje o contrato da concessão não foi assinado pela Infraero.

     

    Prejuízo milionário

    Rossel: o presidente do Barcelona está encrencado junto com José Roberto Arruda

     

    Uma auditoria do governo do Distrito Federal acaba de responsabilizar civilmente José Roberto Arruda e o presidente do Barcelona, Sandro Rossel, pelo prejuízo de 11,3 milhões de reais causado pelo amistoso Brasil x Portugal, em 2008.

    Arruda fechou o contrato sem licitação com a Ailanto, empresa de Rossel, para organizar o jogo.

     

    Pisando no freio

    Apple: tributação brasileira incomoda

     

    A Apple, que praticamente decidira lançar no primeiro semestre a iBookStore no Brasil, pisou forte no freio. A complexa tributação daqui assustou os americanos. 

    A Apple imagina agora convencer as editoras brasileiras a vender os e-books na iBookStore americana.

    Assim aposenta por algum tempo a ideia de uma operação local. Se for essa a opção, o potencial das vendas cai muito.

     

    Na mira

    Machado: “incompatibilidade entre patrimônio e renda”

     

    O Ministério Público do Rio de Janeiro abriu em fevereiro um inquérito para apurar um caso de improbidade administrativa em operações financeiras feitas por Sergio Machado, presidente da Transpetro.

    A investigação inclui uma “suposta incompatibilidade entre patrimônio e renda” de Machado, há nove anos no comando da subsidiária da Petrobras.

    Um relatório do Coaf com movimentações atípicas já foi anexado à investigação, que corre sob segredo de Justiça.

    Publicado por jagostinho @ 11:19



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.