Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03jun

    ITAIPU/SALA DE IMPRENSA

    A Itaipu bateu dois novos recordes de produção em 2012. Teve o melhor maio de todos os tempos e estabeleceu uma nova marca para os cinco primeiros do ano.

    Com isso, as chances de superar a própria produção histórica de 2008, de 94,6 milhões de megawatts-hora (MWh), são cada vez maiores.

    De janeiro até o último dia 31, a Itaipu produziu 41.577.392 MWh, superando em 4,8% a produção do mesmo período de 2008 – que gerou 39.676.665 MWh e foi, até 2011, o melhor período de cinco meses registrado num ano.

    Em maio, Itaipu produziu 8.663.729 MWh, ante 8.168.998 MWh comparado com o mesmo mês em 2008.

    Foi a segunda melhor marca mensal da história, perdendo apenas para a produção registrada em agosto de 2008, quando foram gerados 8.744.406 MWh.

    Água, operação e demanda

    As duas marcas estabelecidas no mês de maio devem-se especialmente a dois fatores: os recursos existentes têm sido aproveitados ao máximo na usina de Itaipu tanto pelo trabalho coordenado entre Itaipu, Eletrobras, Ande, Furnas, Copel e ONS, quanto pelo desempenho da usina e disponibilidade de seus equipamentos.

     

    A produção acumulada nos cinco primeiros meses de cada ano: 2012 novamente na frente, em verde.

    Sucessivos recordes em 2012

    O crescimento da produção nos cinco primeiros meses do ano em relação ao mesmo período de 2011 é de 7,2%.

    Em relação ao ano do recorde [2008], a produção aumentou 6%. Em 2012, Itaipu vem batendo sucessivos recordes: melhores janeiro, fevereiro, bimestre, trimestre, abril, quadrimestre e agora, maio.

    Comparações

    Toda a geração de 2012 seria suficiente para suprir as necessidades de consumo de energia elétrica do Estado do Paraná por cerca de um ano e nove meses; o Estado do São Paulo por cerca de quatro meses; a Região Sul por cerca de seis meses e meio; a cidade de São Paulo por cerca de um ano e cinco meses; e o Paraguai por cerca de três anos e nove meses.

    Publicado por jagostinho @ 11:19



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.