Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 11maio

    UOL/NOTÍCIAS

    Assim que os relógios marcaram meia-noite do dia 11/5, começaram as vendas do novo iPad no Brasil.

    Diferente dos outros anos, as lojas de varejo e a própria Apple não fizeram nenhum tipo de evento de lançamento, e os consumidores tiveram que esperar que os sites liberassem a comercialização e mostrassem o produto.

    Uma das primeiras lojas a mudar seu site foi a FNAC, seguida de outras varejistas como Submarino, Ponto Frio, Saraiva.

    O preço nas lojas é o mesmo, e o tablet custa a partir de 1.549 reais na versão de 16GB apenas com Wi-Fi, disponível também com 32GB e 64GB de espaço de armazenamento, com valores de 1.749 e 1.999 reais, respectivamente.

    Já os modelos mais caros, com conexão 4G, aparecem nas lojas com preços de 1.849, 2.049 e 2299 reais, com 16GB, 32GB ou 64GB de espaço, respectivamente;  todos os equipamentos estão disponíveis nas cores branca ou preta.

    A única exceção, até agora, é a Fast Shop, que abate a quantia para pagamentos feitos à vista; no site da empresa, é possível encontrar o novo iPad por 1.406 reais em seu modelo com 16GB apenas Wi-Fi até 2.088 reais pelo tablet com 64GB e conexão Wi-Fi + 3G, uma economia de até 200 reais.

    Entre as operadoras, a única que anunciou que faria a venda do tablet do Brasil foi a TIM, e venderá as opções do novo iPad no modelo com conexão de dados.

    No site da empresa, valor cobrado já contém o plano 3G da empresa embutido (que custa 50 reais ao mês), contudo, retirado do valor total, o iPad, parcelado em 12 vezes sem juros, sai por volta de 1.560 reais na versão com 16GB + Wi-Fi e 4G, 2.005 reais com 32GB e 2.257 com 64GB de espaço.

    Diferentemente dos dois lançamentos anteriores, o preço do tablet ficou abaixo do cobrado quando as segunda e primeira gerações chegaram ao país.

    O modelo mais básico custava 1.650 reais (16GB e Wi-Fi), enquanto que as outras versões apenas com Wi-Fi saíam por 1.899 reais (32GB) e 2.199 (64GB).

    Já os equipamentos com conexão 3G custavam 2.049 reais (16GB), 2.299 reais (32GB) e 2.599 reais (64GB). A curva de preço, neste caso, variou com uma diminuição entre 100 e 300 reais no preço.

    A própria loja online da Apple atualizou seu site com o novo produto apenas uma hora e meia depois que os outros varejistas iniciaram suas vendas; o preço também é de 1.549 para a versão mais básica do produto.

    O iPad 2 continua listado no site da empresa, no entanto ele aparece apenas na versão Wi-Fi, custando 1.399 reais, disponível nos modelos branco ou preto.

    Anunciado no início de março deste ano nos EUA, o tablet foi homologado pela Anatel em abril e demorou pouco mais de 2 meses para chegar ao Brasil, sendo o mais rápido até agora.

    O aparelho possui tela de 9.7 polegadas com resolução de 2048 x 1536 pixels, o dobro dos 1024 x 768 pixels do modelo atual.
    Ele também conta com um novo processador dual-core A5X, porém o chip possui quatro GPUs, para conseguir lidar com os gráficos da tela Retina.

    O tablet também traz a “iSight Camera”, com um sensor de 5 MP e lente de 5 elementos, o que a coloca pelo menos no mesmo patamar da câmera do iPhone 4.

    Ela é capaz de gravar vídeo em Full HD (1080p) e tem estabilização de imagem integrada, para evitar vídeos tremidos.

    Nos EUA, o aparelho vendeu 3 milhões de unidades em seu fim de semana de lançamento, e causou polêmica entre os usuários, que reclamaram de problemas com recepção Wi-Fi, superaquecimento e da bateria, que poderia demorar até sete horas para ser recarregada.

    Publicado por jagostinho @ 19:02



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.