Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 23abr

    GAZETA DO POVO

    O senador Alvaro Dias (PSDB) e os deputados Rubens Bueno (PPS) e Fernando Francischini (PSDB) descartaram a possibilidade de convocar o governador Beto Richa (PSDB)

    Os três representantes do Paraná na Comissão Parla­­mentar Mista de Inquérito (CPMI) que vai investigar as relações entre políti­­cos e o bicheiro Carlos Au­­­gusto Ra­­mos, o Carlinhos Cacho­­­eira, prometem trabalhar para elu­­cidar as ações do grupo ligado a ele no estado.

    Na última sexta-feira, a Gazeta do Povo revelou que interceptações de e-mails feitas pela Polícia Federal na operação Monte Carlo mostram que pelo menos dois parceiros de Cachoeira planejavam a recriação de uma loteria estadual paranaense.

    Um deles, o argentino Roberto Coppola, deve ser convocado para prestar esclarecimentos.

    Na sexta-feira, a assesso­­ria do deputado federal Ru­­bens Bueno (PPS) preparava três requerimentos para apresentar na terça-feira, primeiro dia de trabalho da CPMI.

    O primeiro vai tratar da convocação de Coppola. Os outros dois vão pedir a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico do argentino e da empresa Larami, que em 2001 ganhou uma licitação feita pelo Serviço de Loterias do Paraná (Serlopar), autarquia do governo estadual extinta em 2007, para administrar jogos on-line no estado.

    Investigação

    Rubens Bueno fez três reque­rimentos para apresentar na próxima semana em que pede entre outras coisas a quebra de sigilo fiscal de Coppola.

    “É um fato que não pode deixar de ser investigado”, afirmou Bueno.

    O senador Alvaro Dias e o deputado federal Fernando Francischini, ambos do PSDB, concordam.

    “Está mais do que explícito no inquérito da Polícia Federal que esse Coppola era um coadjuvante do Carlinhos Cachoeira”, declarou Alvaro.

    A Larami Diversões e En­­tretenimento Ltda foi criada em maio de 2001, tem sede em Curitiba e continua ativa, de acordo com registros da Junta Comercial do Paraná.

    Ela tem dois sócios: Coppola e a empresa Brazilian Gaming Partners (BGP), vinculada a Cachoeira. O bicheiro, preso no mês passado pela Polícia Federal, aparece nominalmente como “administrador” da Larami.

    A empresa operou por dois anos com o Serlopar, a partir de abril de 2002 (último ano da gestão Jaime Ler­­ner), e teve o contrato rescindido por um decreto do então governador Roberto Re­­quião (PMDB) por suspeitas de irregularidades na licitação.

    As máquinas geridas pela Larami funcionavam legalmente e eram semelhantes aos caça-níqueis tradicionais, com a diferença de serem conectadas on-line com o Serlopar, o que supostamente prevenia fraudes.

    Em 2002, havia 500 aparelhos distribuídos por quatro bingos de Curitiba.

    Delegado licenciado da Po­­lícia Federal, Francischini disse que a investigação das ações da Larami deve ajudar a esclarecer outros casos envolvendo o grupo de Cachoeira no Paraná.

    “Decidi que a minha atuação na CPMI vai ser focada nisso”, declarou. Desde a semana pas­­sada, o tucano vem atuando para defender o governador Beto Richa (PSDB) de uma possível ligação com o caso.

    Sem convocação

    Na última sexta-feira, os três representantes do Pa­­ra­­ná descartaram a possibilidade de convocação de Richa, que chegou a ser sugerida por Requião no plenário do Senado.

    Richa e Requião são citados em uma mesma correspondência trocada entre Coppola e o ex-cunhado de Cachoeira, Adriano Aprigio de Souza.

    No texto, o argentino escreve sobre um suposto encontro com o atual governador, evento que Richa negou ter acontecido.

    “Não tenho nenhuma ligação com essas pessoas, eu não conheço essas pessoas, não recebi o Cachoeira nem ninguém ligado a ele”, disse o governador.



    Publicado por jagostinho @ 16:57



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.