Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 04abr

    JORNALE

    Além da apresentação na Pedreira Paulo Leminski, outras cinco estão programadas


    A Sexta-feira Santa (6) será celebrada em vários bairros de Curitiba, com a encenação da Paixão de Cristo por grupos teatrais das comunidades.

    Além da apresentação do Grupo Lanteri, na Pedreira Paulo Leminski, outros cinco espetáculos, nos bairros Abranches, Bairro Novo, Alto Boqueirão, Santa Quitéria e São Braz, revivem as cenas da crucificação e ressurreição de Jesus.

    Os grupos teatrais foram selecionados por meio de edital publicado pela Fundação Cultural de Curitiba, que este ano repassou recursos para mais duas novas produções, além das quatro beneficiadas até o ano passado.

    Na Pedreira Paulo Leminski, às 19h, o Grupo Lanteri encena “Vida, Paixão e Morte de Jesus Cristo”. O ingresso é um quilo de alimento não perecível.

    Neste ano, o Lanteri promove na Pedreira uma programação que se estende durante todo o fim de semana de Páscoa.

    Sábado (7), às 19h, o grupo apresenta o espetáculo “O Cordeiro Pascal”, e domingo (8), às 19h, encena a “Sinfonia da Paz”.

    Nos três dias, a partir das 14h, o grupo promove na Pedreira uma feira de produtos artesanais.

    No Alto Boqueirão, às 19h, em palco montado na Praça Cabo Nácar, a atração é o Grupo Jubac.

    A Equipe Teatral Arte e Vida apresenta-se às 20h, na Rua da Cidadania Bairro Novo, enquanto A Associação Cultural Êxodus realiza espetáculo às 20h, na cancha poliesportiva do Abranches.

    As estreias deste ano ficam por conta do Grupo JUC – Obras de Assistência Social Dom Orione, que monta seu espetáculo às 19h30, no estádio de futebol Maurício Fruet, no Santa Quitéria, e do Grupo Lemuel Artes Cênicas, que se apresenta às 20h, na Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho, no São Braz.

    As cinco apresentações têm entrada franca.

    As apresentações teatrais na Semana Santa são tradicionais na programação de Páscoa promovida pela Fundação Cultural de Curitiba.

    A encenação de “Vida, Paixão e Morte de Jesus Cristo”, realizada pelo Grupo Lanteri na Pedreira Paulo Leminski, conta com mais de 1.200 componentes, entre atores, figurantes e técnicos.

    A montagem apresenta de forma dinâmica as principais passagens da vida pública de Jesus Cristo.

    Entre as cenas retratadas estão o batismo, o sermão da montanha, a cura do cego, a ressurreição de Lázaro, o apedrejamento da mulher adúltera, a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, a Santa Ceia, a Crucificação e a Ressurreição de Cristo, despertando a emoção da plateia.

    Para dar vida às cenas, o Grupo Lanteri espalha som e luz pelos palcos montados na Pedreira, além de acrescentar vários efeitos especiais.

    O primeiro espetáculo do Grupo Lanteri aconteceu em 1978, numa iniciativa dos jovens da paróquia de São Paulo Apóstolo, na Vila São Paulo.

    Depois, o grupo foi convidado a apresentar-se no Setor Histórico de Curitiba e, desde 1991, ocupa a Pedreira Paulo Leminski, reunindo um público de milhares de pessoas.

    Na Rua da Cidadania Bairro Novo, o espetáculo estará a cargo da Equipe Teatral Arte e Vida, grupo amador que reúne mais de 200 componentes, entre atores, figurantes e técnicos.

    A equipe foi criada em 2002, resultado da união entre os membros de grupos de jovens da Igreja Católica e o apoio da Fundação Cultural de Curitiba.

    O teatro da Paixão de Cristo tem 34 cenas, que mostram desde o batismo até a crucificação e ressurreição de Cristo, com figurinos e cenários criados pelos próprios componentes do grupo.

    A montagem ocupa três palcos principais, com a utilização de som e iluminação profissionais.

    A Associação Cultural Êxodus responde pela apresentação no Bairro Abranches.

    A apresentação, que reúne 300 integrantes, entre atores e técnicos, tem cenários e figurinos confeccionados pelos próprios componentes do grupo.

    A encenação empresta às cenas bíblicas grande realismo e todos os anos atrai milhares de espectadores.

    Criado em 1990, o Grupo Jubac – Jovens Unidos Buscando o Amor de Cristo, que se apresenta em palco montado na Praça Cabo Nácar (Alto Boqueirão), reúne moradores dos bairros Alto Boqueirão e Boqueirão.

    O objetivo do grupo é evangelizar por meio da arte, tendo como instrumentos o teatro, a música e a dança. A cada nova encenação da Paixão de Cristo, o grupo conquista a admiração do público e amplia o alcance de seu trabalho.

    Embora tenha participado do edital da FCC pela primeira vez, o Grupo JUC (Jovens Unidos a Cristo), da paróquia de Santa Quitéria, encena o espetáculo da Paixão em sua comunidade há quase 20 anos.

    Esta será a 19ª edição com a participação de aproximadamente 300 atores e figurantes, todos voluntários.

    No começo, o grupo fazia a encenação dentro da igreja, depois transferiu-se para a quadra do Colégio Dom Orione e, desde 2010, já utilizando seis palcos, passou a montar o espetáculo no estádio Maurício Fruet.

    No Bairro São Braz, as comunidades da Vila Real e da Vila Maria também mantiveram por muito tempo a tradição da encenação da Paixão de Cristo.

    O projeto, tocado inicialmente pelo grupo de jovens, ficou paralisado durante três anos e foi reativado no ano passado, ganhando uma produção mais elaborada e a adesão de mais pessoas da comunidade, entre donas de casas, comerciantes, prestadores de serviços, trabalhadores e estudantes.

    São cerca de 200 pessoas envolvidas no espetáculo dividido em nove atos.

     



    Publicado por jagostinho @ 09:52



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.