Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 15mar

    GAZETA DO POVO

    Cerca de 6 mil professores realizam nesta quinta-feira (15) uma manifestação nas ruas da cidade de Curitiba para pedir reajuste salarial. A estimativa é da Secretaria de Trânsito (Setran).

    Os professores saíram por volta das 11 horas da Praça Santos Andrade e chegaram em frente da Assembleia Legislativa um pouco depois do meio-dia.

    Uma reunião entre uma comissão do sindicato e membros do governo está marcada para esta tarde.

    Os docentes paranaenses se unem a paralisação nacional que ocorre, de acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), em 25 estados do país.

    Os professores pedem aos governos estaduais o cumprimento do piso salarial nacional fixado em R$ 1.451 pelo Ministério da Educação (MEC) para profissionais com ensino médio e jornada de 40 horas.

    Segundo a CNTE, apenas 9 estados pagam o piso estipulado pelo MEC.

    No Paraná, professores com curso superior recebem R$ 1.748,06 para uma jornada de 40 horas.

    O piso oficial para quem tem apenas ensino médio seria de R$ 1.233,62, mas como não há concurso no Estado para esse plano de carreira há mais de 20 anos, nenhum professor recebe mais esse salário.

    Mesmo assim, a APP quer que o governo adote o reajuste de 22,22% aplicado ao piso nacional, que o levou de R$ 1.451 em fevereiro, aos R$ 1.748,06 pagos hoje no Estado.

    Os professores reivindicam também que um terço do tempo de trabalho possa ser utilizado na preparação e pesquisa para a elaboração das aulas.

    Outro pedido é para que haja melhorias no atendimento de saúde dos profissionais. Mudanças no plano de cargos e salários dos professores da rede estadual e o pedido para que 10% do Produto Interno Bruto (PIB) sejam investidos em educação também fazem parte da pauta de reivindicações.

    Números

    Aproximadamente 1,3 milhão de alunos da rede estadual de ensino do Paraná estão sem aulas nesta quinta-feira (15) por causa da paralisação dos professores.

    A suspensão das atividades nas escolas do Paraná ocorre somente nesta quinta, diferentemente de outros estados em que a paralisação começou na quarta-feira (14) e estenderá até a sexta-feira (16).

    Na sexta-feira (16) haverá aula normal nas escolas estaduais e será feita a avaliação do movimento desta quinta-feira.

    Os professores ainda realizarão debates sobre as reivindicações da categoria com os estudantes.

    Publicado por jagostinho @ 15:43



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Professora Mara Disse:

    Nós ganhamos menos que professores de vários municípios da Região metropolitana. Precisa dizer mais ?

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.