Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 11mar

    RADAR ON-LINE/LAURO JARDIM/VEJA.COM

     

    De novo

    Paul McCartney: agora, o ex-beatle vem todos os anos

     

    Paul McCartney tocará no Brasil em abril. A Planmusic fechou dois shows do ex-beatle no Recife e negocia um terceiro, em Florianópolis.

    É o terceiro ano consecutivo que McCartney se apresenta por aqui. Pelo visto, quem perder essa poderá ir ao show do ano que vem…

     

    “Me protejam”

    Mantega aos senadores: “Me protejam”

     

    Oficialmente, o café da manhã que Guido Mantega tomou com os líderes dos partidos da base governista no Senado na quarta-feira passada era para falar do PIB de 2,7%, recém-divulgado — modestíssimo para os 5% de crescimento em 2012 que o mesmo Mantega bradava aos quatro ventos meses atrás.

    Mas, lá pelas tantas, Mantega foi direto ao que lhe interessava: pediu blindagem na sua fala no Senado, nesta terça-feira.

    Quer falar só sobre economia, mas teme que a oposição leve ao ambiente assuntos desagradáveis como a demissão do presidente da Casa da Moeda, embrulhado em negócios esquisitos, e a briga entre o presidente do Banco do Brasil e o da Previ.  Pediu:

    -Me protejam.

     

    Nem tão iguais assim

    Haddad não consegue passar dos 3% de intenção de votos

     

    Os petistas costumam comparar eleitoralmente Dilma Rousseff a Fernando Haddad – ambos pouco conhecidos do eleitor e virgens nas urnas, mas sustentados pela força de Lula. Beleza.

    Mas a verdade é que, a seis meses da eleição de 2010, Dilma já tinha entre 23% e 26% nas pesquisas; Haddad está com 3%.

    Dilma tinha Lula na presidência trabalhando intensamente por ela desde 2008; já Haddad pega a ressaca do tratamento de saúde de Lula.

     

    O tatu da Copa

    Copa de 2014 terá um tatu como mascote

     

    A Fifa bateu o martelo: o mascote da Copa 2014 será um tatu – um pouco diferente do normal, com traços de desenho animado japonês, mas um tatu.

    Terá a cor azul e vestirá um short verde e uma camisa branca. Nas animações que estão sendo feitas neste momento, o tatu vira uma bola de futebol.

    Por que um tatu?

    A explicação: mora no Cerrado, corre risco de extinção e o fato de virar uma bola. O novo mascote será apresentado ao distinto público em outubro.

    Em seguida, a Fifa começa uma campanha no Brasil para escolher, com votação pela internet e SMS, o nome do tatu.

     

    Tempo quente em Juazeiro

    Dilma e Cid: discussão apartada por Eduardo Campos, que se vestiu de bombeiro e selou a paz entre ela e o governador do Ceará

     

    Dilma Rousseff tem horror de ser interrompida enquanto fala. Disso sabem bem os que a rodeiam — e deveriam saber todos que lidam com ela.

    No mês passado, durante uma visita a Juazeiro do Norte (CE), Cid Gomes se esqueceu dessa particularidade da presidente.

    Numa reunião em que estava também o colega Eduardo Campos, Cid cortou a fala de Dilma para reclamar a falta de verbas.

    Dedo em riste, uma irritada Dilma reagiu levantando o tom de voz. Cid não baixou a cabeça. Mandou um “não fale assim com um governador de estado” e deixou a sala no ato.

    Foi preciso que o bombeiro Eduardo Campos saísse da sala e convencesse Cid a voltar e selar a paz com a presidente Assim foi feito.

     

    Os pedidos de Suplicy

    Suplicy: sempre ideias brilhantes

     

    Ninguém entendeu nada anteontem quando Eduardo Suplicy subiu à tribuna do Senado para falar das suas mais recentes ideias.

    De olho nos assuntos internacionais, Suplicy resolveu propor dois requerimentos.

    O primeiro para solicitar aos Estados Unidos que acabem com o embargo a Cuba e fechem a prisão de Guantánamo.

    O segundo para pedir que o regime dos irmãos Castro pare de perseguir dissidentes e autorize a blogueira Yoane Sanches a viajar ao Brasil.

    Enquanto Suplicy falava, um servidor do Senado pensou alto:

    – Por que ninguém pensou nisso antes? Seria o fim dos problemas

     

    Temer e os moluscos bivalves

    Moluscos, agora sem-comitê

     

    Michel Temer exerceu a presidência durante dois dias por causa da viagem de Dilma Rousseff à Alemanha. Beleza.

    Uma das ações de Temer na interinidade foi, de acordo com o Diário Oficial, “revogar o Decreto 5 564, que institui o Comitê Nacional de Controle Higiênico-Sanitário de Moluscos Bivalves.”

    Publicado por jagostinho @ 11:07



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.