Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 21nov

    PORTAL BONDE/SAÚDE E NUTRIÇÃO

    O urucum ajuda a emagrecer, reduz os radicais livres e diminui o colesterol

    A chegada do verão exige cuidados redobrados com a saúde e o corpo. Para ficar em forma e curtir a temporada de sol, as pessoas intensificam os exercícios físicos.

    As mulheres, em especial, apostam em dietas rigorosas e, até mesmo, em remédios. Mas, o mais indicado para conquistar um corpo esbelto é optar por uma alimentação adequada, com saúde e qualidade.

    Entre as opções naturais para buscar a boa forma, o urucum, que muitos usavam para obter um bronzeamento rápido, quem diria, agora ganha espaço entre os alimentos capazes de ajudar a emagrecer.

    De origem brasileira e com características funcionais, o urucum é um extrato que tem efeitos sobre o organismo como um todo. É muito usado pelos índios na culinária e para ornamentação do corpo.

    O uso mais comum dá-se através das suas sementes trituradas ou através da manipulação em laboratório. Conhecido como colorau, pode ser acrescentado à dieta em saladas, massas, arroz e sopa.

    O urucum melhora os receptores da insulina, o que promove uma baixa da glicose sanguínea e estimula a redução de gordura periférica, favorecendo, assim, o emagrecimento corporal.

    É rico em carotenóides, excelentes antioxidantes que impedem a peroxidação lipídica e as aberrações dos cromossomos. Logo, protegem o corpo das mutações genéticas do aparecimento de doenças ligadas à hereditariedade.

    Os carotenóides possuem uma coloração atraente com baixa toxicidade, ou seja, ausência de efeitos colaterais adversos.

    Dos carotenóides presentes no urucum, predomina a bixina, que reduz os radicais livres circulantes e protege as membranas celulares da ação dos mesmos.

    Dentre as funções importantes do urucum, pode haver a baixa de colesterol total, redução do mau colesterol (LDL) e aumento do bom colesterol (HDL). Como não possui efeito tóxico, pode reduzir os indutores de câncer colorretal.

    Publicado por jagostinho @ 18:53



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.