Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 25out

    UOL/ESPORTE

    A Record contava com a seleção brasileira de futebol como uma de suas armas principais para enfrentar a

    Brasil e Costa Rica - o jogo que tirou o futebol masculino do Pan

    Globo na guerra de audiência que trava durante os Jogos Pan-Americanos.

    Com a eliminação da equipe comandada por Ney Franco, a emissora se vê obrigada a alterar seus planos para a última semana da competição.

    O sonho maior da Record era poder exibir a partida da seleção brasileira, pelas semifinais, na próxima quarta-feira, dia 26, no mesmo horário em que a Globo estaria apresentando algum jogo da Copa Sul-Americana.

    A Record julgava que poderia superar a concorrente no Ibope em função do desinteresse que existe em relação a este torneio sul-americano.

    O investimento da Record no futebol foi visível. Todas as partidas da seleção brasileira estavam sendo transmitidas ao vivo.

    Neste domingo, por exemplo, a emissora deixou de mostrar a final do handebol feminino, que se realizava no mesmo horário, para mostrar Brasil e Costa Rica.

    A contratação de Romário como comentarista foi, talvez, o maior gol da emissora no Pan. Com prestígio em alta, o ex-jogador deu um ar de seriedade a uma competição tradicionalmente de baixo nível técnico.

    Segundo a Record, Romário segue como comentarista do Pan, até o final. Poderá falar da seleção brasileira feminina e dos jogos que restam no torneio masculino.

    Durante a transmissão da partida contra a Costa Rica, Romário criticou a CBF por ter enviado ao Pan uma equipe muito jovem e inexperiente.

    A Record parece acreditar que a decisão de não mandar um time mais qualificado seria uma represália de Ricardo Teixeira contra a emissora, que tem apresentado uma série de reportagens sobre o dirigente.

    Antes do início dos Jogos, a Record havia solicitado ao Comitê Organizador a alteração de uma série de horários de competições, entre as quais as do futebol, para ter a oportunidade de exibir partidas em seu horário nobre.

    Publicado por jagostinho @ 15:57



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.