Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

5 Respostas

WP_Cloudy
  • Alvaro Nascimento Disse:

    É muita chinelagem!

  • Marcia Disse:

    Jota, será que o Beto admitiu a grosseria quando pegou carona no avião presidencial? Poderia, também, ter aproveitado e mostrado toda a má educação da tropa dele nas redes sociais contra ela. É pra acabar, mesmo!

  • Luiz Fernando Disse:

    O ato de censura do governo Richa é uma vergonha mesmo … inclusive para todos os paranaenses.

  • Sindijor-PR Disse:

    Sindijor-PR critica TV E-Paraná por censura a Dilma

    O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor-PR) repudia a cobertura seletiva e enviesada promovida ontem (13) pela TV E-Paraná, que cortou sua transmissão ao vivo momentos antes do discurso da presidenta da República, Dilma Rousseff. A emissora veiculou a íntegra dos discursos do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, e do governador do Paraná, Beto Richa. Na sequência, quando Dilma anunciaria os investimentos da União no futuro metrô de Curitiba, o canal simplesmente retomou sua programação normal (o programa infantil “Cocoricó”). Só voltou a transmitir o discurso da presidenta mais de dez minutos depois, quando o corte abrupto já era alvo de críticas em redes sociais.

    A mesma emissora que contrata jornalistas pagando cachê ao invés de salários e direitos trabalhistas (descumprindo assim a legislação que exige concurso público), repete a mesma grave conduta observada nas últimas gestões do Estado: o uso da máquina pública em favor de um grupo político.

    O Sindijor-PR repudia a censura, exige concurso público para a formação de um quadro próprio de trabalhadores da emissora e a implantação de um Conselho de Comunicação para debater e avaliar a programação da TV. Lamentamos mais essa prática antijornalística da direção da emissora, aliás a única que não cobriu nada a respeito do Escândalo Derosso, cuja pivô, a esposa do presidente da Câmara de Curitiba, ocupa um cargo comissionado na própria TV E-Paraná.

    Os paranaenses merecem respeito. E os jornalistas do Paraná não compactuam com esse tipo de conduta à frente de uma emissora que deveria servir ao interesse público, e não ser instrumentalizada para fins pessoais ou político-partidários.

    Segundo Ângela Luvisotto – Diretora de Jornalismo da TV E-Paraná – na transmissão “tivemos sim problemas técnicos por causa do sinal da Radiobrás, mas transmitimos todos os discursos – presidente, governador, prefeito, coletiva de imprensa e chegada da presidente”.

    http://acordajornalista.blogspot.com/2011/10/sindijor-pr-critica-tv-e-parana-por.html

  • Kleiner Michiles Disse:

    Seria novidade essa atitude se não viesse de onde veio! Eles são assim mesmo, bando perdedores fracassados,fazem mesquinharias de todo o tipo pra ver se de alguma forma sentem-se vingados. Já perderam três e vão perder a 4°.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.