Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • Valmor Stédile Disse:

    Só com a impressão do voto eletrônico será possível contarmos com a materialidade do processo eleitoral, de forma que cada eleitor possa conferir no papel os votos digitados depositando em seguida o material numa urna paralela. Leonel Brizola defendia isto em incansáveis manifestações, sustentando que qualquer eleitor deveria ter o direito de pedir recontagem dos votos em sua respectiva urna mediante depósito de uma quantia ou por solicitação semelhante partindo de entidades sociais e partidos políticos, envolvendo seções ou zonas eleitorais. Uma vez comprovadas as irregularidades os depósitos seriam devolvidos, do contrário ficariam retidos pela Justiça Eleitoral para cobrir despesas do próprio processo.

  • Osvaldo Maneschy Disse:

    A impressão do voto eletrônico é a única maneira de garantir o democrático princípio da recontagem de votos, em se tratando de urnas eletrônicas. Sem ela, não há como conferir se o resultado produzido pela máquina de votar em uso no país está certo ou errado. Porque não existe contraprova. O resultado é virtual. Por isso as urnas eletronicas totalmente dependentes de softwares, como são as urnas em uso no Brasil, estão proibidas – por exemplo – nos Estados Unidos.

    Nos Estados Unidos, por exemplo, o princípio da recontagem é garantido na Constituição estadul da Flórida. Por isso deu aquele chabu na primeira eleiçao de Bush, quando ele ganhou de Al Gore na Florida. Como a diferença entre os dois foi menor do que um por cento, a Constituiçao local determina que haja recontagem de votos. Depois daqueNãe episódio, houve inclusive um aperfeiçoamento nessa lei: se a diferença entre os dois candidatos mais votados for menor do que um por cento — como foi o caso aqui no Brasil em 1989, entre Lula e Brizola – automaticamente a recontagem de votos precisa ser MANUAL. Não vale recontagem mecânica.

    Por isso, a decisão cidadã do STF tem que ser a garantia da impressão do voto eletronico.

  • Santo Luiz Felipe Disse:

    Parabenizo ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), pela luta em prol da lisura das eleições, cujos exemplos refletem o pensamento do grande líder Leonel Brizola. Possibilitar a recontagem dos votos é dever do Estado Brasileiro e direito do cidadão proceder, a qualquer momento, essa eventual conferência das eleições em casos de indícios de irregularidades.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.