Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 05out

    GAZETA DO POVO

    Consultoria “ensinará” governo do Paraná a ter R$ 1,3 bi em caixa

     

    O governador do Paraná, Beto Richa, assinou ontem com um movimento de empresários protocolo de intenções cujo objetivo é modernizar a administração estadual e, assim, garantir mais R$ 1,3 bilhão aos cofres públicos.

    O Movimento Brasil Competitivo (MBC) – liderado pelo empresário Jorge Gerdau Johannpetter, presidente do conselho de administração do Grupo Gerdau – tem firmado parcerias com o poder público para arrecadar dinheiro privado e contratar consultorias que proponham a melhoria de práticas administrativas na gestão governamental.

    No Paraná, a meta é arrecadar R$ 16,7 milhões com empresários paranaenses para contratar três empresas de consultoria.

    Essas empresas, então, farão um diagnóstico completo da administração estadual e vão propor melhorias nos processos de gestão do governo.

    A partir de agora, o MBC mobilizará empresários a doar o dinheiro e será responsável pela contratação das consultorias: Instituto de Desenvolvimento Gerencial (INDG), PWC e KPMG.

    Em troca, o MBC cobrará uma taxa de administração e prestará contas a cada três meses. “A gente espera estar, em 60 dias, com as equipes em campo. Mas depende da captação [de recursos]”, disse o diretor-presidente do MBC, Erik Camarano.

    O MBC promete focar a modernização da gestão estadual em sete “frentes” (veja quadro). Uma das metas previstas é aumentar a arrecadação estadual em R$ 1,1 bilhão durante os 17 meses de trabalho das consultorias.

    Além de aumentar a arrecadação, o trabalho de consultoria acredita que pode reduzir em até R$ 200 milhões as despesas do governo.

    O secretário estadual de Administração, Luiz Eduardo Sebastiani, disse que uma das formas de conseguir essa economia é revisar os salários dos servidores. “Eles farão uma auditoria na folha de pagamentos.”

    O MBC trabalha há dez anos prestando consultorias a governos e órgãos públicos para levar práticas de administração e controle de processos da iniciativa privada ao setor público.

    “Somente no ano de 2010, nós tivemos uma economia de R$ 14,2 bilhões a partir de um investimento de R$ 76 milhões. Para cada R$ 1 aplicado deu R$ 196 de retorno”, falou Gerdau.

    Além do Paraná outros dez estados já fizeram esse tipo de parceria com a entidade, como Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Sergipe e Rio de Janeiro.

    Algumas prefeituras também aderiram aos conceitos. Uma delas foi a de Curitiba, durante a administração do próprio Richa.

    Publicado por jagostinho @ 13:23



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • Sérgio Disse:

    Está aí a prova: São escolhidos para cargos públicos pessoas que precisam de ajuda de pessoas competentes para administrar o dinheiro do povo. “Não sabe, não se candidate!”

  • Astolfo Disse:

    Hummm… Sei…. O choque de gestão vai ficar para o final do ano que vem então.

  • MÍRIAM Disse:

    O QUE É QUE SE ESCONDE POR TRÁS DISSO? DE FATO OS ESTADOS ACIMA CITADOS ESTÃO UMA MARAVILHA ……

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.