Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 16jun

    EFE

    A Airbus apresentou nesta segunda-feira em Londres um protótipo de avião fruto de suas concepções mais inovadoras que, caso seja construído, poderia transformar substancialmente as atuais aeronaves comerciais.

    O conceito de cabine que a Airbus imagina para o ano 2050 tem um teto transparente que permitiria ao passageiro admirar a vista durante o voo, assentos ergonômicos e um espaço de realidade virtual no qual o viajante poderia jogar golfe e até fazer compras.

    “Nossas pesquisas mostram que os passageiros de 2050 desejarão viver uma experiência prazerosa durante sua viagem, e ao mesmo tempo exigirão que os aviões respeitem o meio ambiente”, disse na apresentação o vice-presidente executivo da divisão de engenharia da Airbus, Charles Champion.

    A fabricante de aviões insistiu na necessidade de, eventualmente, desprezar os atuais materiais com os quais se constroem as cabines dos aviões e substituí-los por outros biodegradáveis.

    A estrutura destes aparelhos do futuro, segundo a gigante da aeronáutica, tentaria imitar a eficiência do esqueleto dos pássaros, constituídos de materiais leves, mas de grande resistência.

    O sistema elétrico da cabine “apresentada” nesta segunda-feira pode ser comparada ao cérebro humano, declarou Champion, uma vez que estará integrada em uma membrana que substituirá centenas de quilômetros de cabo que atualmente percorrem as aeronaves.

    “Nosso desafio para o futuro é prever qual tecnologia vamos ser capazes de produzir, essa é a ideia que rege os protótipos conceituais”, afirmou à Agência Efe o vice-presidente.

    “O mundo muda muito rapidamente, e provavelmente nunca veremos uma cabine igual a esta, mas veremos outras com novas soluções”, acrescentou.

    O protótipo da Airbus conta ainda com tecnologias para reduzir a queima de combustíveis, a poluição acústica e as emissões de gás carbônico e outros resíduos.

    De acordo com o desenho, a membrana que conformaria as paredes da cabine permitiria o controle da temperatura no local, e os passageiros gozariam também de boa comunicação com o exterior, com a possibilidade de ligar para a família via videoconferência.

    “Outra das coisas que espero é que haja um aumento da conectividade, porque hoje em dia as conexões de banda larga entre as aeronaves e o solo são muito limitadas”, considerou.

    O interior do avião imaginado pela Airbus está dividido em zonas adaptadas às diversas necessidades dos passageiros, com uma “área revitalizante” que contaria com ar enriquecido com vitaminas, iluminação ambiental, aromaterapia e tratamentos de acupuntura.

    Na “área interativa”, os passageiros poderiam desfrutar de jogos ou de uma tarde de compras por meio de hologramas de realidade virtual, enquanto o viajante que desejar assistência personalizada teria que se dirigir à “área de alta tecnologia”.



    Publicado por jagostinho @ 12:51



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.