Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 13jun

    FONTE: O ESTADO DO PARANÁ

    A Revista Veja desta semana acusa o novo senador paranaense, Sérgio de Souza (PMDB), de ter participado do esquema gafanhoto, que funcionou na Assembleia Legislativa do Paraná de 2001 a 2004. Souza assume nesta semana a vaga deixada pela senadora Gleisi Hoffmann (PT), na ministra-chefe da Casa Civil.

    Souza foi assessor de gabinete do ex-governador Orlando Pessuti (PMDB), por cargo de comissão, e a suspeita levantada pela revista é que o nome da mãe do novo senador, Erotildes Matias de Souza, fosse usado pelo esquema, que depositava o salário de vários servidores na conta de uma única pessoa, ligada a deputados, e que desviava o recurso público. O esquema gafanhoto ainda é investigado pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal (PF).

    Em entrevista à rádio CBN Curitiba, na manhã desta segunda-feira (13), Orlando Pessuti confirmou que a mãe de Souza foi funcionária da Assembleia durante alguns meses, mas que nem ela nem Souza eram gafanhotos. “Infelizmente a Revista Veja reproduz algo que não corresponde com a realidade dos fatos. Ele não é gafanhoto, não se apropriou do salário da sua mãe, ela não era assessora fantasma. Eu, assim como a grande maioria dos deputados daquela época, mantinha assessores parlamentares nos municípios onde tinha representação política”, defendeu Pessuti.

    Segundo o ex-governador, Erotildes apenas recebia o salário por uma conta bancária do filho e ela “prestava um trabalho de colaboração” ao gabinete no interior do Estado. “Ela nunca trabalhou diretamente na Assembleia, mas sim vinculada à nossa ação parlamentar”, afirmou Pessuti à CBN.

    A indicação para compor a chapa de Gleisi Hoffmann ao Senado durante as eleições de 21010 partiu de Pessuti. Advogado, Souza ainda não disputou nenhuma eleição diretamente. Como suplente, o nome de Souza apareceu pela primeira vez na urna eletrônica, junto com o ex-deputado e fundador do PT do Paraná Pedro Tonelli, segundo suplente na chapa encabeçada por Gleisi, nas eleições do ano passado. Ele é filiado ao PMDB há 15 anos.

    Veja o que escrevi em Julho de 2010 – PESSUTI INDICA PARA SUPLENTE DE GLEISI O SÓCIO DE SEU FILHO

    EM TEMPO:–  Dois detalhes têm que ser destacados nesta muvuca toda.

    Primeiro>>> O processo do ESQUEMA GAFANHOTO ainda não terminou. Então a verdade ainda não veio à tona.

    Segundo >>> Quando governador, Roberto Requião demitiu Sérgio de Souza do cargo de chefe de gabinete da vice-governadoria, por suposto tráfico de influência do seu escritório jurídico com dezenas de prefeituras do Paraná.



    Publicado por jagostinho @ 17:43



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

7 Respostas

WP_Cloudy
  • Jorge Disse:

    Esse é o lado ruim da indicação de Geisi para o Ministério.
    Um suplente fajuto, desconhecido, que nada significa e ainda por cima comprometido com o esquema gafanhoto.
    Pobre Paraná. Até num momento bom temos temos que conviver com essa bobagem federal!

  • TARCÍSIO Disse:

    Dificil entender como a Gleisi permitiu que um cara como esse fosse seu suplente. vergonha para o Paraná. E avalizado pelo Pessuti só podia dar nisso.

  • Rabucentauro Disse:

    A revista Veja gosta do pessuti, hein? Só nos envergonha esse cara. E vai trabalhar na Emater quando? Ou vai ser aspone do tal de sergio Sousa?

  • Harry Pote Disse:

    Quanta sacanagem destes caras. Só tem notpicia ruim e desculpas ridículas. A velha não tinha conta em banco? A tá. Era muito dificil abrir uma né? Malandros agulhas !!!

  • Rita Disse:

    Vindo da Família Pessuti é só coisa ruim. O pansudo não volta trabalhar, a sua conjuge está de licença médica vitalícia e o filho é sócio do senador que não foi votado. Eita caipirada esperta!

  • Fidelis Disse:

    Acho que acordo deve ser cumprido. E Gleisi aceitou. Sergio de Souza é legítimo senador do Paraná. Boa sorte para ele.

  • Ortia Disse:

    É Fidelis. Agora vamos ver qual a boquinha que o Pesuti vai arrumar. Tá demorando mas nós estamos pagando as intermináveis licenças dele na Emater. E vc deve ser um do esquema dele , né?

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.