Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 09jun

    Paraná Online/Elizabete Castro

    Luciana:"Gleisi já era um nome forte. Agora é uma certeza"

    Em meio às comemorações petistas pela posse de Gleisi Hoffmann no comando da Casa Civil do governo federal, a líder do PT na Assembleia Legislativa, Luciana Rafagnin, lançou a nova ministra como o nome do partido para concorrer ao governo em 2014.

    “Gleisi já era um nome forte, pela expressiva votação que teve para o Senado Federal, agora se consolida como uma certeza que temos para a disputa ao governo”, disse Rafagnin, em pronunciamento na sessão desta quarta-feira, 8.

    A líder do partido disse que a ministra já deu provas de sua capacidade técnica, política e administrativa.

    “Estamos confiantes no sucesso do seu trabalho e na projeção que esse espaço vai proporcionar à companheira”, declarou.

    Antes de assumir o ministério, o nome de Gleisi já estava sendo apontado como a possível candidata do partido à sucessão estadual de 2014.

    A ida para o ministério da Casa Civil apenas consolidou o que já estava sinalizado desde o ano passado, quando Gleisi foi eleita para o Senado.

    Aparências

    Os tucanos não acusaram o golpe da ascensão da ministra e sua possível transformação numa concorrente de peso à reeleição do governador Beto Richa (PSDB).

    Beto Richa foi à posse e divulgou nota de apoio à indicação de Gleisi. Na Assembleia Legislativa, o vice-presidente estadual do PSDB, Valdir Rossoni, parabenizou o PT do Paraná e evitou tocar no ponto eleitoral.

    “Antes de ser do PSDB, somos paranaenses”, desconversou.

    O líder do governo na Assembleia Legislativa, Ademar Traiano, foi menos evasivo.

    “Quem quer galgar espaços e está na disputa eleitoral não pode escolher adversários”, afirmou.

    Traiano também citou que a Casa Civil não é cem por cento a garantia de sucesso eleitoral.

    “Desde o início do governo Lula, a Casa Civil tem um histórico negativo. Desejo sucesso à ela (Gleisi), mas lá é um barril de pólvora”, afirmou.

    Sobre o fato de a presidente Dilma Rousseff ter chefiado a Casa Civil antes de ser eleita no ano passado, Traiano fez uma comparação.

    “Ela saiu da Casa Civil sob as bênçãos e glórias de um presidente que era uma unanimidade, que nada colava nele. A Dilma tem dificuldades em administrar crises”, disse.

    Publicado por jagostinho @ 17:21



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.