Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03maio

    Gazeta do Povo

    O curitibano vê a administração de Luciano Ducci (PSB) como uma continuidade do trabalho feito por Beto Richa (PSDB) na prefeitura, mas, se fosse para escolher um novo governante hoje, a maioria votaria em outros candidatos.

    De acordo com levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas para a Gazeta do Povo, há uma fragmentação na intenção de voto e nenhum nome aparece como franco favorito para 2012.

    Nos cinco cenários pesquisados, o ex-deputado federal Gustavo Fruet (PSDB) é o que mais se destaca, com vantagem sobre todos os demais pré-candidatos.

    O PSDB ainda não definiu se vai bancar a candidatura própria ou compor uma chapa encabeçada por Ducci.

    De acordo com cientistas políticos ouvidos pela Gazeta, só a pesquisa não é suficiente para uma definição partidária, mas ela pode motivar Fruet a deixar o ninho tucano – apesar de perder a disputa pelo Senado, ele obteve 646,8 mil votos na capital paranaense, o equivalente a 35% do total.

    “O partido já tem essas informações, já sabe do potencial de seus candidatos. O Fruet é um candidato excepcional e qualquer partido gostaria de tê-lo na disputa. Apenas o PSDB parece que não”, observa o cientista político Emerson Cervi, da UFPR.

    Segundo ele, Ducci aparece no grupo intermediário porque ainda não teve chance de vincular as ações da prefeitura à sua imagem.

    O levantamento do Paraná Pes­­quisas mostra que, para 65% dos eleitores, a administração do atual prefeito está igual à de Richa.

    Outros 9% acham que a gestão é melhor, e 22% dizem que é pior. “Para o eleitor, está claro que a administração de Ducci é de continuidade”, acrescenta Cervi.

    Para Ricardo Oliveira, também cientista político da UFPR, essa impressão é reforçada pelo fato de que muitos secretários do governo estadual fizeram parte da gestão de Ducci.

    “Além disso, o filho de Richa é secretário municipal. É uma ligação forte. A candidatura de Fruet acaba aparecendo como se fosse uma candidatura de oposição.”

    Mas Ducci tem espaço para crescer. No começo de 2008, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), que havia herdado o cargo de José Serra (PSDB), também aparecia em desvantagem nas pesquisas. Mas ele foi vitorioso no segundo turno.

    “O desafio de Ducci é vincular o bom desempenho da prefeitura à sua imagem. Nas propagandas, o prefeito não vai poder aparecer, a não ser no período eleitoral.

    Fruet, por outro lado, foi quase vitorioso na corrida pelo Senado e esteve bastante exposto na mídia”, avalia Luciana Veiga, se­­cretária-adjunta da Associação Brasileira de Ciência Política.

    Com essas duas candidaturas fortes, os números podem motivar um racha no PSDB, avalia Luciana.

    “Se o Gustavo Fruet tem o anseio de se candidatar, os números, no estágio atual, alimentam esse anseio de cisão.”

    Publicado por jagostinho @ 09:14



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.