Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 04jan

    Fonte: Prefeitura de Tibagi/Assessoria de Comunicação/Emanoelle Wisniesvski

    O primeiro dia útil de 2011 foi marcado pela entrega de 14 casas do programa EcoMoradia em Tibagi.

    A solenidade simboliza, na opinião do prefeito Sinval Silva (PMDB), o início do Ano da Habitação no município.

    Pelo menos R$ 15 milhões serão investidos na construção de 650 unidades habitacionais para famílias com renda de até três salários mínimos na cidade e interior, até o final de 2012.

    Esse é o compromisso firmado pelo prefeito durante a cerimônia em que famílias de trabalhadores da Associação Habita Tibagi, entidade responsável pela construção das casas ecológicas,  receberam as chaves das moradias no bairro Santa Paula.

    As 14 unidades fazem parte do primeiro pacote de obras na habitação, que já conta com 21 casas construídas.

    “Outras 180 devem ser construídas até o meio do ano de 2012 dentro desse programa, com cerca de R$ 1,5 milhão em investimentos”, garante Sinval.

    Além do EcoMoradia, o Município já inicia os projetos para a aplicação de R$ 13,5 milhões pelo governo federal na edificação de 450 moradias pelo Minha Casa Minha Vida (MCMV), voltadas a famílias que vivem com até R$ 1.395,00 ao mês.

    O Ministério das Cidades divulgou em 16 de dezembro o resultado da seleção do Programa de Assistência Técnica a Entidades do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS) e o projeto de Tibagi, inscrito através do movimento União Nacional Por Moradia Popular, foi selecionado.

    A entidade é parceira da Prefeitura na execução das obras.

    “Fizemos questão de deixar essa entrega para o primeiro dia útil de 2011 para mostrar que este vai ser o ano da habitação em Tibagi”, discursou Sinval, apresentando as metas.

    Nos próximos 18 meses, de acordo com ele, serão edificadas pelo menos dez ecomoradias ao mês.

    “Além da EcoMoradia, nós fomos presenteados pelo governo federal e construiremos mais 450 casas pelo Minha Casa Minha Vida”, reforçou.

    Sinval vislumbra que com tanto trabalho pela frente, o comércio de materiais de construção vai crescer e o ponto alto será também a geração de trabalho e renda.

    “E estes R$ 15 milhões ainda vão girar no comércio local, trazendo mais desenvolvimento”.

    Publicado por jagostinho @ 15:14



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.