Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 15dez

    Antes de mais tudo, já vou dizendo que sou a favor da legalização dos jogos no Brasil.  Gosto de jogar. E quando joguei, sempre foi com meu dinheiro. Não bebo e não fumo e, muito menos, faço uso de drogas.

    Ontem, tive a curiosidade, e por que não dizer, interesse, em acompanhar a votação na Câmara Federal de um projeto que legalizaria os bingos no Brasil.

    Confesso, que já fazia tempo, que não ouvia tanta bobagem, assistia a um show de demagogia escancarada e observava tamanha hipocrisia, num mesmo lugar e ao mesmo tempo. Fiquei perplexo com os disparates de gente que nos representa no Parlamento.

    Envergonhei-me. Pois, não dá para admitir que um bando de despreparados ditem normas do que, posso ou não fazer, no meu dia a dia.

    Repilo, revoltado, como jogador que sou, de ser comparado com viciado em drogas, fumantes e bêbados. Nunca precisei de babá-deputado para cuidar da minha vida.

    Como paranaense, lamentei ver o deputado Luis Carlos Hauly, do PSDB, que será secretário da fazenda do governo Beto Richa, sendo o principal personagem de um ardoroso combate  contra os bingos.

    Não precisaria destes holofotes, pois sempre o respeitei  em sua atividade política.

    Só que nunca vi de Hauly, uma veemência desmedida como essa, por exemplo, no combate ao jogo do bicho. Por que nesta questão ele silencia? Isto pode? Coerência é o mínimo que se espera de representantes do povo brasileiro.

    Mas, tem mais. Um dos argumentos para não legalizar os bingos é a autoconfissão, expressada, por escrito, da inoperância da Receita Federal, Polícia Federal e Caixa Econômica, em fiscalizar os jogos no Brasil.

    Ridículo.Vergonhoso. Bicheiros, sonegadores, etc. deitem e rolem !!!

    Em que tempos estamos? Na idade da pedra?  Da caneta de bico de pena e o tinteiro? Pô, não zombem de nossa inteligência !!!

    Corrupção e lavagem de dinheiro foram as palavras mais ouvidas nos acalorados discursos dos “defensores” da família brasileira !! Me poupem.

    As emendas parlamentares vergonhosamente endereçadas à ONGs e OSCIPs fantasmas, para roubar milhões do povo brasileiro, são  normais, hein, nobres deputados?

    Um aumento de 61.8% dos seus salários vai ser aprovado facilzinho. Não sejam sórdidos e hipócritas. Isto sim é uma vergonha que nos agride !!

    E para concluir, estes ouvidos, que um dia a terra há de comer, escutaram, da Tribuna da Câmara, deputados afirmando que rolou dinheiro para deputados aprovarem os bingos.

    Isto de me dá o direito de perguntar: Então quem votou contra, não recebeu também?

    Afinal, os ratos de esgoto que chafurcam na clandestinidade, são os que menos desejam a legalização, pois do jeito que está, é muito bom.  Foram estes que ganharam esta parada. Não a família brasileira.

    A clandestinidade, junto com a impunidade, é que corrompe, contamina e prejudica o País.

    Uma inversão de valores gigantesca e bizarra.

    Foi uma tarde e começo de noite para deletar de minha memória. Senti-me envergonhado de ser um brasileiro teleguiado por gente que não tem este direito.

    O mundo inteiro, que tem  cassinos e bingos legalizados, está todo errado. O Brasil, com muitos deputados que nem sabem onde fica, no mapa, o estado do Pernambuco, é que está certo !!

    Tá bom.

    Publicado por jagostinho @ 12:54



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

4 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.