Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 24set

    BLOG DA RUTH BOLOGNESE

    Esse candidato ao Governo do Paraná pelo PSDB, que diz se chamar Beto Richa, precisa revelar, com urgência, o que fez com aquele Outro, o mesmo que até uma semana atrás corria o Paraná pedindo o voto e falando em modernidade.

    São parecidíssimos, é verdade, usam as mesmas camisas azuis e os ternos elegantes. O cabelo desse que aí está ficou um pouquinho mais grisalho, coisa imperceptível. O que mudou, de fato, e é de desconfiar, foi o discurso e o comportamento.

    RESPEITO E DEMOCRACIA

    O outro Beto era calmo, do bem, falava em campanha eleitoral de altíssimo nível, seguia com rigor o exemplo do pai, ex-governador José Richa, na defesa da democracia, liberdade de imprensa, respeito aos adversários na política,  amor incondicional aos mestres, fé no futuro e dedicação total ao trabalho pelo Paraná.

    Se encontrasse esse Beto Richa de hoje, o “Turco” dificilmente o reconheceria.

    CENSURAS E ATAQUES

    A diferença é tão grande entre o Beto que aí está e o Outro, que o PSDB deveria pedir um teste de DNA para saber a verdade.

    Ora, imaginem que o menino de ouro de Curitiba está censurando a divulgação das pesquisas eleitorais de institutos como o Datafolha, o Ibope e o Vox Populi.

    Os mesmos institutos que o apontaram como o melhor prefeito do Brasil e lhe davam, até um mês atrás, uma diferença de 16 pontos à frente do adversário de campanha, Osmar Dias.

    O Outro Beto jamais faria isso. Teria dignidade de sobra para agüentar o tranco dos resultados negativos para ele, e honra suficiente para não ferir a essência da democracia, ou seja, o direito dos paranaenses de escolher em quem votar e saber o que as pesquisas apontam.

    E nunca nem sonharia em censurar blogs, processar jornais e jornalistas sabidamente independentes só porque não integram a turma dos “baba-ovos”.

    RAIVA

    O outro Beto jamais passaria a atacar o passado do adversário no rádio e na TV, porque isso ele descartou já nos primeiros discursos que fez em campanha pelo Paraná, ao prometer uma disputa sem rasteiras e sem baixarias.

    Esse Beto Richa que aí está anda soltando fogo pelas ventas, surge na telinha com expressão de raiva e ressentimentos e deixa que o sagrado espaço do horário eleitoral venha carregado de acusações pessoais e familiares contra Osmar Dias, PDT.

    INFLUÊNCIAS

    Diante de fatos tão preocupantes, são duas as explicações, e ambas apontam para um caminho sem volta: ou o Outro Beto Richa desapareceu mesmo e foi substituído por esse moço nervoso que anda por aí, ou o resultado das pesquisas eleitorais, abaixo do esperado, transformaram o Beto Richa nesse pote até aqui de mágoa.

    Diante de mudanças tão bruscas, como reagirá o eleitorado curitibano que gostava tanto do mocinho bonitinho, bonzinho e bem arrumadinho que elegeu, há apenas um ano e pouco atrás, com 77% dos votos para prefeito de Curitiba, hein ?

    Publicado por jagostinho @ 08:02



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.