Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 10set

    Milton Alves*

    O presidente tem razão. Lula afirmou no horário eleitoral que a campanha de Serra partiu para a baixaria, atacando a campanha de Dilma com base num factoide mal explicado, nebuloso.

    Na verdade, o alto comando tucano já vinha caminhando nessa direção. Serra num primeiro momento tentou agradar o eleitorado simpático ao governo, elogiando Lula e os programas sociais.

    A manobra não deu certo, afinal a população sabe muito bem quem conduziu com êxito os programas e políticas públicas de inclusão e distribuição de renda.

    Manobra fracassada, os tucanos tentaram de tudo para crescer alguns pontinhos nas pesquisas eleitorais, aí veio a “febre” dos debates na televisão, era a esperança.

    Toda a crença tucana contava que Dilma fracassaria nos debates televisos. Nada disso aconteceu, ao contrário, Dilma teve um excelente desempenho.

    No mesmo período, segunda quinzena de agosto, Dilma continuou avançando nas pesquisas e Serra em queda livre.

    Sem rumo, em crise, a campanha de Serra procurava se agarrar em alguma boia, tentando ganhar algum fôlego.

    Com um empurrão da mídia dos monopólios, a campanha tucana embarcou com tudo na onda da quebra de sigilo fiscal de algumas pessoas vinculadas ao PSDB, caso com investigação em andamento e eivado de contradições.

    Todo o esforço da mídia e do PSDB nos últimos dias foi centrado no objetivo de vincular o episódio da quebra do sigilo com a campanha de Dilma.

    Essa manobra também vem fazendo água. Ou seja, todo o barulho dos tucanos e de seus aliados da Globo/Folha/Estadão também não prosperou.

    A tentativa de nublar o debate das propostas, e do aberto confronto político entre o campo liderado por Lula e Dilma versus a oposição conservadora, não tem prevalecido.

    E tudo indica que o eleitor já fez a sua opção. Ao lançar o bumerangue da baixaria, Serra não levou em conta o vento (ou tsunami) a favor de Dilma.

    * É presidente estadual do PCdoB-PR e membro do Comitê Central

    Acesse o blog  www.miltonalves.com

    Publicado por jagostinho @ 15:34



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

5 Respostas

WP_Cloudy
  • O Povo Disse:

    Dilma caiu 3% em dois dias!!!!!
    O Lula teve que ir a TV explicar o caso da Receita Federal, o caso do “caos aéreo”, ele demorou 4 meses para explicar, eles estão sentindo que a coisa não é tão fácil e simples assim, ninguém é vaquinha de presépio para acreditar 100% no Lula, e nem daríamos um cheque em branco para a “desconhecida” da Dilma!!!!
    Amiga de amigo meu, nem sempre é minha amiga!, ou tem gente que acredita?????

  • Roberto L Batista Disse:

    Vamo quevamo… Vamo Paraná Vamu… A hora é agora.

  • HoraCILIO vOLPE jUNIOR Disse:

    É uma vergonha. O Presidente da República tem que se preocupar com a bagunça que está na Receita Federal. Isso é de responsabilidade dele.
    Mas não, ele faz palanque. Culpado é a vítima.

  • joao carlos forsesse Disse:

    Jota, inacreditavel, nesse momento de eleição, o nosso prefeito Luciano PSDB/DEM está em Brasilia emprestando dinheiro do BID. Será que a capital dos paranaenses não tem verba, está falida.
    Alguma coisa não está certa, alguem com mais poder nos ajude por favor.

    João carlos

  • Jorge Disse:

    Sensato e correto o artigo de Milton Alves.
    Pelo fim das baixarias. Pelo fim do estilo-Serra.

    Parabéns.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.