Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 02set

    ASSESSORIA DE IMPRENSA /EDUARDO MIRA


    A proximidade com a futura presidente, conforme Osmar, o credencia a entrar pela porta da cozinha da casa de Dilma para defender os agricultores. Pedágio caro será revisto por meio de uma agência reguladora e o porto de Paranaguá terá obras e apoio para ampliar a capacidade de embarque e se fortalecer

    Osmar deixou clara sua posição ao lado dos ruralistas durante a sabatina Folha/Uol nesta quarta-feira (01). O candidato do PDT afirmou que nos seus 30 anos de vida pública sempre defendeu o direito à propriedade e o fortalecimento da agricultura no Estado.

    “É ignorância separar o pequeno agricultor do grande. O sistema é um só e eles só prosperam juntos. Defendo o direito à propriedade, que invasões sejam reprimidas e, como governador, sempre vou obedecer a Constituição”, afirmou.

    O senador candidato ao governo também lembrou que durante o período em que foi secretário da Agricultura ajudou a realocar trabalhadores rurais em 42 assentamentos e que durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), foram realizadas 2.452 invasões de terra, número 41% superior às 1.741 invasões ocorridas no governo Lula (PT).

    Osmar contou que no processo de formação da aliança em torno de sua candidatura no Paraná foi muitas vezes à casa de Dilma e que isso resultou numa amizade sólida. “Quem senão eu poderá entrar na casa da futura presidente pela porta da cozinha para defender os agricultores? “, perguntou.

    Também disse que Lula fez mais reforma agrária e dialogou mais com os movimentos sociais do que Fernando Henrique e que “este é o caminho”. Ele também defende também o Banco da Terra como alternativa de reforma agrária por meio do financiamento de lotes por 15 a 20 anos. O programa dá oportunidade a famílias com vocação agrícola de comprar um terreno e ter apoio do governo para se viabilizar como agricultores familiares.

    Pedágio: Ao abordar o assunto pedágio, Osmar frisou que foi contra a concessão das rodovias da forma como se deu desde sua implantação e disse que os valores das tarifas cobradas pelas concessionárias no Paraná são absurdos.

    “Na concessão feita por Lula, a tarifa do trecho Curitiba-Garuva custa R$ 1,20, enquanto o trecho Curitiba-Paranaguá custa dez vezes mais, ou seja R$ 12,70. Não é justo esse preço pago pelo usuário”, comparou.

    Outro exemplo de Osmar se relaciona ao fluxo de veículos que trafegam nas rodovias pedagiadas, em relação aos cálculos feitos quando da implantação no governo Lerner, há 13 anos.  “No trecho Guaíra-Maringá, o fluxo que era de 5.000 carros ao dia, hoje deve estar em 20.000 e esse aumento tem que se refletir na planilha”, afirmou.

    Osmar voltou a dizer que pretende dirimir as distorções por meio de uma agência reguladora, já prevista no contrato original. Uma das atribuições da agência será acompanhar as planilha todo mês para determinar tarifas a partir de dados reais.

    Porto: O Porto de Paranaguá foi outro ponto abordado. Osmar disse que logo que assumir o governo irá fazer a dragagem, seja por meio da empresa nacional que realiza este trabalho ou da aquisição de uma draga.

    “Tenho o compromisso da Dilma de que o governo federal será nosso parceiro na questão da dragagem do porto. E vamos resolver com  urgência”, afirmou.

    Ele também garantiu a construção do cais Oeste com apoio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e instalar o terminal de passageiros para alavancar o turismo no Estado. Em parceria com a iniciativa privada, outra obra prevista é o poliduto destinado ao escoamento de álcool no terminal.

    “O porto tem quase R$ 700 milhões em caixa e o Beto diz que ele está em situação precária. Fico com medo de que ele queira vender o porto como fez com o Banestado. Empresa pública deve trabalhar em prol de toda a sociedade e, neste sentido, vamos investir e administrar o porto”, garantiu Osmar.

    Publicado por jagostinho @ 09:15



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

4 Respostas

WP_Cloudy
  • Pina Disse:

    Mas definitivamente o candidato Osmar é o próprio cachorro, pois quer entrar pela porta da cozinha, e pior é que ele é aquele cão sarnento bem vira-lata, pois senão vejámos, ele fica aos quatro cantos só choramingando e reclamando e criando intrigas internas na sua campanha, ao PT ele critica a participação do PMDB em sua campanha, onde ele acusa os deputados e prefeitos de estarem fazendo pouco caso de sua candidatura e que não lhe dão a logística necessária para aparecer, aos do PMDB ele acusa aos petistas de só estarem interessados e trabalhando pela candidatura de Dilma e da Gleisi, e que não lhe dão maiores apoios nos horários eleitorais,recursos, etc… Na verdade é um “cachorro chorão”, mas bem sem vergonha, que na primeira oportunidade que tiver vai jogar tudo para o alto e ao seu estilo raivoso, só quer fazer a sua vontade, por saber de seu estilo centralizador e gênio complicado, os partidos não estão nem aí para suas lenga-lenga. A participação do Lula em Foz Iguaçu e em Maringá não será suficiente para reverter um quadro tão desfavorável como se encontra o Urtigão neste momento, só um grande milagre poderia salvar o Barbudo da derrota, mais como ele mesmo não ajuda sua candidatura, não terá jeito não! Osmar vai sofrer a maior derrota eleitoral de sua vida pública, e vai posterior a isso girar sua metralhadora acusando a todos de traição e sacanagem, esquecendo que foi ele que começou a tudo isso a trair o seu irmão Álvaro Dias, coisa que os paranaenses não perdoam de maneira alguma!!!!!

  • Gebran Disse:

    O futuro ministro da agricultura OSMAR DIAS sem dúvida será muito bom pro Paraná como amigo de Dilma.
    Aqui no estado, preferimos como governador BETO RICHA!

  • Pereira Disse:

    Osmar Dias deu sinais claros de que ele não presta mesmo, e faz igual porco que virá o cocho após se alimentar!!!!!

  • Carlos Honorato Silva do PT Disse:

    O debate do Osmar é como café requentado.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.